Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Atenção! Veja 4 hábitos de estudo que podem se tornar armadilhas para você

goo.gl/SZp5yl | Existem muitas técnicas estudo disponíveis para os alunos que pretendem melhorar seu desempenho, desde as mais tradicionais até técnicas de leitura dinâmica mais modernas. No entanto, alguns métodos tradicionais podem ser mal interpretados e gerar consequências negativas, prejudicando o estudante.

Um deles, por exemplo, é o hábito de ler sobre a matéria antes da aula. A ideia de que ter conhecimentos sobre determinado assunto ajuda a compreender melhor a nova aula faz sentido, porém, existe um limite para quão efetiva a revisão será. Basicamente, não adianta rever todos os tópicos ensinados até o momento de uma vez porque o cérebro não conseguirá assimilar a enorme quantidade de informação. O ideal é ler a matéria apenas uma vez antes da aula e, antes de começar o novo tópico, testar o quanto você efetivamente aprendeu.

A ideia de estudar em grupo também é bastante difundida e, de fato, tem seus benefícios. Além de aumentar a motivação – afinal, outras pessoas estando te apoiando – existe a troca de conhecimentos, sistema valioso para o aprendizado. No entanto, se tornar dependente do grupo de estudos é um grande erro. De tanto estudar acompanhado, tendo a chance de recorrer à ajuda dos amigos em qualquer necessidade, é fácil se acostumar, no fim das contas, não saber resolver as questões das provas sozinho. O ideal é equilibrar as sessões de estudo individuais e as em grupo, para aproveitar o melhor de cada método.

Porém, tome cuidado com outra armadilha quando for estudar por conta própria: a revisão de anotações. Apenas ler aquilo que você anotou em sala de aula não é suficiente para consolidar a memória. O ideal é passá-las a limpo, criando o próprio sistema de resumos e testar seus conhecimentos refazendo questões para comprovar o que foi assimilado ou não.

Variar o ambiente em que se estuda pode ser também mais benéfico que o velho hábito de estudar sempre no mesmo local, por exemplo, o quarto. Conforme se cria o costume, fica fácil associar o estudo ao ambiente e, dessa maneira, facilitar o esquecimento na hora da prova. Estudar em locais diferentes ajuda também o cérebro a se concentrar com variados níveis de barulho, temperaturas e luminosidade.

Agora que você já sabe como evitar os maus hábitos, renove sua rotina de estudos e consiga ótimas notas!

Fonte: noticias universia