Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Você quer aprender de forma independente? 15 dicas para se tornar um melhor autodidata

goo.gl/lDvNlM | Curiosidade e força de vontade são as principais características de quem gosta de aprender de forma independente. Confira 15 dicas para se tornar um melhor autodidata.

De certa maneira, todos somos aprendizes independentes ou autodidatas. Temos a capacidade de aprender diversas coisas sem a necessidade de um professor ou mestre ao nosso lado e conseguimos, pela lógica e esforço particular, assimilar os mais diversos assuntos e questões. É claro, não há necessidade alguma de se isolar dos outros quando a colaboração mútua ajuda você a aprender. Mesmo assim, é importante manter a motivação e conferir as seguintes dicas para que você possa se tornar um melhor autodidata:

Quando você deseja aprender algo que realmente gosta e transformar um hobby em algo mais sério ou profundo, mantenha expectativas realistas.

1 - Aproveite as oportunidades online

Você conhece o movimento OpenCourseWare? Ele já reúne mais de 200 universidades por todo mundo, entre elas, Harvard, Stanford, MIT e Yale, que disponibilizam vídeos-aula e outros conteúdos educacionais online e gratuitos. Para conhecer mais essa iniciativa e saber como ela ajuda você a se tornar um autodidata melhor, confira aqui.

2 - Estabeleça metas claras e alcançáveis

A educação independente não possui nenhuma estrutura pré-estabelecida ou formalizações, pelo contrário, é você quem toma essas decisões. Esse aspecto pode ser tanto positivo quanto negativo dependendo, é lógico, de como você irá lidar com ele. Para isso, estabeleça metas e objetivos realistas, sólidos e claros, mas seja responsavelmente flexível.

3 - Bibliotecas

Ser membro de uma biblioteca é essencial para autodidatas. A internet pode trazer milhares de informações ao alcance de um clique, mas ainda assim, as bibliotecas são extremamente úteis para quem deseja mais conhecimento. Não só pelos livros e outros materiais, mas também pelo ambiente que auxilia você a se concentrar.

4 - Auto-avaliação

Estudantes independentes bem sucedidos precisam saber como avaliar suas habilidades antes de passar para as próximas etapas. Você pode encontrar maneiras de fazer isso em cursos opencourse oferecidos por universidades ou desenvolver os métodos que melhor se encaixam com seu perfil.

5 - Seja realista

Quando você deseja aprender algo que realmente gosta e transformar um hobby em algo mais sério ou profundo, mantenha expectativas realistas. Algumas vezes emergências e desilusões podem surgir e é necessário que você não deixe que isso se torne uma fonte de estresse e ansiedade desnecessários.

6 - Tenha consciência de si mesmo

Essa dica se encaixa com a de cima, mas de uma maneira mais introspectiva. Você precisa ter consciência de suas fraquezas e pontos positivos e prevenir que possíveis problemas e obstáculos desanimem e prejudiquem seu desempenho.

7 - Administração do tempo

Aprender de forma independente exige do autodidata o maior comprometimento de tempo que ele se permitir ou conseguir alcançar, seja esse período minutos ou horas por dia. Manter-se comprometido a um cronograma e minimizar as distrações vai ajudar você a se manter mais eficiente. Listas, calendários e outros materiais podem ajudar você com essa tarefa.

8 - Desafie-se

Uma das estratégias mais eficientes para aprender e se manter motivado é estar se desafiando constantemente. Procure informações novas, pessoas que podem motivar você a seguir em frente, exemplos de superação e quaisquer outras ferramentas que podem ajudá-lo.

9 - Descanse

Relaxar – não necessariamente dormir – fortalece o cérebro e facilita o processo de retenção de informações. Quando uma sessão de estudos é muito extensa, faça pausas e envolva-se em alguma atividade mais simples.

10 - Seja mobile

Se sua condição financeira permitir, é claro, você pode usar os momentos em que está longe de casa para estudar usando seu celular ou tablet. Há diversos aplicativos especialmente desenvolvidos para ajudar você a aprender mais e melhor.

11 - Tenha uma alimentação equilibrada

Assim como o resto de seu corpo, seu cérebro precisa de nutrientes e substâncias específicas para funcionar bem. A memória, raciocínio, capacidade de concentração e tantas outras habilidades dependem de hábitos alimentares saudáveis. Evite o uso de estimulantes, como café e energéticos e evite alimentos gordurosos e com muito açúcar.

12 - Pratique exercícios físicos

Participar de alguma atividade física ajuda você a manter seu cérebro saudável, já que o ajuda a processar melhor os estímulos e informações recebidas externamente. As atividades aeróbicas, especialmente, ajudam a moldar as habilidades cognitivas, muito necessárias para o aprendizado.

13 - Motivação

O fato de que você está engajado em uma atividade de aprendizado independente já demonstra certo grau de motivação, porém, mesmo assim, ela deve ser sempre mantida e alimentada. Manter um padrão, regras ou cronograma de estudos ajuda você a perseverar mesmo quando os objetivos parecem estar longe demais para serem alcançados.

14 - Estude ao ar livre

Pensar “fora da caixa” nunca fez tanto sentido. Saia de espaços confinados e métodos ortodoxos de aprendizado e experimento outros ambientes de estudo, ao ar livre, com paisagens e maior visibilidade do que as paredes do seu quarto.

15 - Bloqueie a negatividade

Se você começou esse curso sozinho, nada pode exigir de você que o finalize. Se perceber que não está conseguindo conciliar todas as suas responsabilidades com o curso, interrompa o processo e retome quando tiver o tempo disponível. O importante é que tudo seja feito com uma mentalidade positiva, sem cobranças exageradas ou expectativas fantasiosas.

Autor: Universia Brasil

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!