Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Mães de bebês com microcefalia terão direito a graduações gratuitas no Rio Grande do Norte

goo.gl/3LeXdi | Mães potiguares que têm filhos com microcefalia e outras condições raras podem receber bolsas de cursos de graduação e especialização via educação à distância (EAD). Os benefícios fazem parte do projeto 'Mães Produtivas', idealizado pela Aliança de Mães e Famílias Raras (AMAR) e pelo Grupo Ser Educacional.

"O Mães Produtivas será um dos mais belos e importantes projetos educacionais via EAD do país, pois possibilitará que mães com bebês com doenças raras, como a microcefalia, iniciem ou concluam os estudos sem que precisem se afastar dos filhos. Amor e educação andarão lado a lado", comenta o coodenador-executivo do Instituto, Sérgio Murilo Junior.

O projeto foi criado para levar a qualificação profissional para essas mulheres, que não podem fazer aulas presenciais, pois são cuidadoras dos filhos. Várias instituições de ensino do grupo oferecerão oportunidade em sete estados do país. No Rio Grande do Norte, a Faculdade Maurício de Nassau de Natal receberá as mães.

“A maioria das mães raras é cuidadora 24 horas por dia. Mães muitas vezes são chefes de família e, em nosso país, cinco milhões de crianças não possuem o nome do pai em seu registro de identificação. Outra triste estatística aponta para o fato de que 70% das mulheres que recebem filhos com deficiência são abandonadas pelos maridos e tornam-se cuidadoras de alguém, em um processo exaustivo, cujo resultado muitas vezes se desdobra em doenças secundárias para a mãe, como depressão e síndrome do pânico”, relata Daniela Rorato, vice-presidente da AMAR

Para concorrer às vagas, as interessadas precisam entrar em contato com a AMAR, pelo e-mail amareagir@gmail.comou pelo telefone (81) 3132-0650.

Fonte: G1

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!