Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Jovem que sofreu abuso sexual dos 5 aos 15 anos recebeu autorização para eutanásia

goo.gl/kuUpIl | Uma decisão tomada pela Comissão de Eutanásia da Holanda tem gerado polêmica: eles autorizaram uma jovem de 20 anos a se submeter a eutanásia através de injeção letal.

A garota, que não teve a sua identidade revelada, foi vítima de abuso sexual dos 5 aos 15 anos e sofria de estresse pós-traumático, anorexia severa, depressão crônica e tinha alucinações.

Mesmo depois de ter passado por diversos tratamentos e terapia intensiva, os médicos acreditavam que os seus problemas eram incuráveis. Assim, há dois anos, eles decidiram concordar com ela sobre a eutanásia.

Os detalhes do caso foram divulgados pelas autoridades do país para mostrar todo o acompanhamento e as avaliações médicas a que a jovem foi submetida. Mesmo assim, diversos grupos demonstraram opiniões contrárias à decisão.

Em entrevista ao jornal “The Independent”, o parlamentar Robert Flello declarou que “um procedimento desses quase manda a mensagem de que se você é vítima de abuso e consequentemente fica com problemas mentais, será morta. Você está sendo punida com a morte por ser uma vítima".

Já Nikki Kenward, líder do grupo "Vozes distantes", formado por pessoas com deficiência, acredita que foi um absurdo os médicos aprovarem esta decisão. "É horrível e preocupante que profissionais de saúde mental possam considerar que eutanásia é uma resposta para as feridas profundas e complexas causadas por abuso sexual", conclui.

Por Camila Galvão
Fonte: megacurioso

7 comentários :

  1. Não é tão simples quanto parece. Uma pessoa que tem certos tipos de doenças mentais e psicológicas, não é como as outras. Exemplo, cada amanhecer pra uma pessoa normal é uma bênção, um motivo de alegria, uma nova oportunidade, pra um depressivo é uma luta, é muito difícil vc ter q suportar a cada momento aquela dor e o desespero de algo que vc não pode mais mudar. Pra um depressivo casa episódio de sua vida é uma tortura, dependendo do grau de depressão. Imagina essa moça que tem que lhe dar com tantas doenças mentais e psicológicas de uma vez!!! Não estou aqui dizendo que foi certo matarem ela, mas meu comentário é para que vcs sejam mais cuidadosos ao fazer certos tipos de comentários. Acredito em Deus, e estou viva por causa dEle, e graças aos psicólogos e psiquiatras que fizeram parte da minha vida, mas luto até hoje contra a depressão, e posso dizer com toda propriedade: "Não é tão simples quanto parece!".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ninguém disse aqui que depressão é simples. Mas, principalmente pra vc que é Cristã, suicídio não deveria ter justificativa. Tem muita gente que sofreu absurdos como esse e consegue viver. Imagina que a moda pega e os hospícios comecem a fomentar esse tipo de solução? Se existe depressão e vc conseguiu sair dela, por que acha que os outros não são capazes disso?? Acredite mais nas pessoas, acredite mais em Deus...

      Excluir
  2. Ela sofreu abuso por 10 anos...então ela precisa do dobro de tempo, recebendo amor, carinho, abraços, cuidados, conforto, alegria,brincadeiras que ela perdeu na infância!Só coisas boas...coisa que não teve! Para isso devera haver persistência e sinceridade da parte de quem a acolherá! Sem jamais tratar a situação dela como algo que acontece por fatalidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tu não pode imaginar a dor que o outro sente, provavelmente a dor dela fosse tamanha que o sofrimento infringido fosse crescente dentro dela e não consigo imaginar como alguém poderia suportar tamanha dor.

      Excluir
  3. o que um ser peçonhento faz a vida da própria filha... não existe palavra pra rotular o asco que sinto ai saber que exista alguém assim...

    ResponderExcluir
  4. Acredito que a vida é uma dádiva divina um presente de Deus, foi ele quem nos concedeu a vida é somente ele pode nos tirar, fugir dos problemas por mais difíceis que pareça não é a solução, cada um tem uma cruz para carregar e ninguém recebe um fardo maior do que possa suportar, existem caminhos dificeis, bem como para se chegar em uma rosa, primeiro temos que passar pelos espinhos, e a vida é assim. Não quero ser hipócrita e ignorar os sentimentos e sofrimento dessa jovem, mas como muitos AK. Acredito que poderiam fazer mais por ela ao invés de simplesmente autorizarem a eutanásia.

    ResponderExcluir
  5. Acredito que a vida é uma dádiva divina um presente de Deus, foi ele quem nos concedeu a vida é somente ele pode nos tirar, fugir dos problemas por mais difíceis que pareça não é a solução, cada um tem uma cruz para carregar e ninguém recebe um fardo maior do que possa suportar, existem caminhos dificeis, bem como para se chegar em uma rosa, primeiro temos que passar pelos espinhos, e a vida é assim. Não quero ser hipócrita e ignorar os sentimentos e sofrimento dessa jovem, mas como muitos AK. Acredito que poderiam fazer mais por ela ao invés de simplesmente autorizarem a eutanásia.

    ResponderExcluir

Agradecemos pelo seu comentário!