Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Professor de Direito aplica provas fantasiado de Darth Vader (do filme Star Wars) na Paraíba

goo.gl/M4hfjo | Um professor de 42 anos que dá aulas na disciplina de direito penal no curso de Bacharelado em Direito de uma faculdade particular de Campina Grande, no Agreste paraibano, resolveu inovar na forma de aplicar as provas. Visto como vilão nas aplicações das avaliações, ele se fantasiou de Darth Vader (personagem do filme Star Wars) na sala de aula. Segundo o professor Lamartine Lacerda, que também é delegado da Polícia Civil da Paraíba, essa foi a maneira que ele encontrou para dinamizar as aulas e aliviar a tensão dos alunos nos dias de provas.

A medida é adotada há cerca de dois anos, depois que o professor percebeu que os alunos tinham dificuldade em compreender as teorias das disciplinas de direito penal e execução penal. “Eu sempre tentei inovar, para ajudar na compreensão. No início eu usava filmes e exemplos de casos que recebia na delegacia. Sempre tive o desejo de ser professor e, pela dificuldade que tive de compreender essas teorias quando era aluno, eu disse que quando fosse pra sala de aula ensinar, nadaria contra a maré”, disse o professor.

O professor conta que na primeira vez que entrou na sala de aula fantasiado, os alunos tiveram um grande susto e ficaram surpresos. Ele destaca que, depois desta medida, a frequência nas aulas e as notas dos alunos tiveram uma grande melhora.

“Eu sou fã de Star Wars e tinha comprado uma máscara do Darth Vader para o meu filho. No dia da prova resolvi levá-la para a sala, pois os alunos costumam ver o professor como um vilão nos dias de avaliação. Os alunos ficam sem acreditar, mas isso ajudou muito, pois eles ficaram ficaram menos tensos e desenvolvem melhor a avaliação”, disse Larmartine Lacerda.

Além do Darth Vader, o professor já deu aulas fantasiado de outros personagens como Coringa, Dick Vigarista e até de terrorista. “Os alunos ficam ansiosos para saber qual fantasia usarei nas provas das outras turmas. Os coordenadores da faculdade concordam e isso é algo que gosto de levar para a sala de aula”, conta o professor.

Por Artur Lira
Fonte: G1

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!