Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Justiça de SP manda o empresário Lírio Parisotto ficar longe da atriz Luíza Brunet

goo.gl/O2cKir | A Justiça de São Paulo determinou que o empresário Lírio Parisotto não pode se aproximar ou manter qualquer contato com a ex-modelo e atriz Luíza Brunet. Os dois tinham uma relação de cinco anos, mas, em junho, Luíza denunciou que foi agredida pelo companheiro.

"A maquiagem forte esconde o hematoma da alma.” O desabafo é a legenda de uma foto que Luiza Brunet postou numa rede social.

A ex-modelo e atriz, embaixadora de uma campanha contra a violência feminina, denunciou o companheiro de cinco anos, o empresário Lírio Parisotto, por violência doméstica.

As agressões teriam ocorrido no apartamento dele, em Nova York, no dia 21 de maio. O caso foi divulgado pelo colunista Ancelmo Gois, do jornal “O Globo”.

Segundo a nota, Luíza Brunet disse que Lírio se exaltou durante um jantar com amigos por ciúme do ex-marido dela e que, quando chegou ao apartamento, o empresário "partiu para cima dela, ofendendo-a verbalmente. Logo depois, deu um soco em seu olho, seguido de chutes”. Ainda segundo a nota, Luíza diz que ele a derrubou no sofá e a imobilizou violentamente até quebrar quatro costelas dela.

Logo depois que chegou dos Estados Unidos, Luíza Brunet passou por um atendimento médico em São Paulo. Os exames que ela fez, as fotos, foram entregues ao Instituto Médico Legal, onde a atriz esteve na semana passada para fazer exame de corpo de delito.

O Ministério Público usou a Lei Maria da Penha para pedir à Justiça medidas de proteção a Luíza Brunet. A Justiça aceitou e decretou medidas que proíbem Lírio Parisotto de se aproximar da atriz e de manter contato com ela por qualquer meio.

A atriz prestou depoimento ao promotor na quarta-feira (28).

“O nosso procedimento investigatório ainda está em fase inicial. Ele ainda vai ser chamado para dar sua versão. A gente preza bastante pelo direito de defesa, e, então, ele vai ser convidado a se explicar. E uma vez que a gente entenda que há elementos suficientes, a gente oferece a deúncia, ou não, e dá início à ação penal”, promotor de Justiça Carlos Bruno Gaya da Costa.

O gaúcho Lírio Parisotto aparece como um dos dois mil homens mais ricos do mundo, com uma fortuna estimada em mais de US$ 1,2 bilhão, ou quase R$ 4 bilhões.

O empresário atua em vários setores, como o de petroquímica e de mídia, e, recentemente, na venda do grupo RBS de Santa Catarina, afiliada da TV Globo, para um grupo de investidores, ele ficou com 25% do negócio. Ele é segundo suplente do senador Eduardo Braga, pelo PMDB do Amazonas.

O empresário divulgou uma nota em que diz que aos 62 anos de vida nunca imaginou sofrer essa espécie de acusação. Ela nega veementemente as supostas agressões, reiterando que jamais agrediu ou agrediria qualquer pessoa, e que confia que toda a verdade será esclarecida perante a Justiça.

A atriz, que interpreta atualmente a personagem Madá na novela “Velho Chico”, não quis gravar entrevista.

Ela também divulgou nota em que declarou que o ex-companheiro praticou contra ela violências físicas e psicológicas gravíssimas. E que deu publicidade ao caso para que outras mulheres vítimas de violência tenham coragem e não se calem. Luíza afirma ainda que não agrediu ninguém, e que foi vítima de uma agressão covarde. E finaliza dizendo: “A verdade prevalecerá!"

Fonte: G1

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!