Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Policial militar é investigado por tirar selfie com arma em rosto de jovem

goo.gl/wKFMlm | Após identificar e afastar das ruas o PM que usava máscara do palhaço Coringa para espalhar terror pelo WhatsApp, agora a Corregedoria (órgão fiscalizador) da Polícia Militar de São Paulo investiga quem o é militar que fez uma selfie ao apontar a arma para um jovem negro.

Na fotografia, o PM empunha uma pistola .40 com a mão esquerda, assim como fez o PM Coringa, e o jovem negro está com a cabeça para baixo. Pela posição de seu braço esquerdo, provavelmente no momento do clique da foto, ele também estava com as mãos para trás.

Assim como no caso do PM Coringa, o militar que fez a selfie subjugando o jovem negro também atua na zona sul de São Paulo, no patrulhamento de bairros da periferia.

Para evitar represálias contra o jovem, a reportagem utilizou recursos digitais para manchar o rosto dele e o distintivo estampado na sua camiseta, branca com detalhes azuis.

Ao contrário das três imagens do PM Coringa, todas distribuídas em grupos de WhatsApp restritos a policiais, o selfie do PM com a arma apontada para o rosto do jovem negro também foi enviado para jovens moradores do bairro onde o rapaz foi abordado e subjugado pelo militar.

PM Coringa é identificado e afastado das ruas

No dia 22 de julho, ao anunciar que havia identificado e afastado o PM Coringa das ruas, a Secretaria da Segurança Pública da gestão de Geraldo Alckmin (PSDB) não informou o nome do militar.

Fonte: Notícias R7

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!