Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Casal processa empresa da cantora Ivete Sangalo e pede indenização no valor de R$ 1,3 milhão

goo.gl/WqCPXE | Ivete Sangalo está sendo processada através de sua empresa por um casal de homossexuais. Caio Rocha e Daniel Paschoal foram agredidos no dia 11 de junho enquanto assistiam no Centro de Tradições Nordestinas, em São Paulo, um show da cantora. Na ocasião, a artista lamentou a agressão aos seus fãs e se disse decepcionada. Agora, recebeu com tristeza o processo.



Os jovens processam o CTN e a IS Produções e Eventos, de propriedade de Ivete, na 12ª Vara Cível do Foro Central de São Paulo. Na ação, o advogado Ângelo Carbone pede R$ 1,3 milhão de indenização. A informação é do colunista Leo Dias, do jornal "O Dia", nesta segunda-feira (1º). Recentemente, ao se apresentar na micareta do Fortal, a cantora fez uma declaração para os seus fãs gays. "Eu quero que eles se amem, que sejam felizes!", afirmou a artista confirmada na próxima edição do "The Voice Kids".

No início do mês passado, Ivete já havia discursado contra a homofobia. O magistrado que defende os jovens pede também R$ 200 mil ao estado de São Paulo. "As agressões começaram dentro do CTN, durante o show da Ivete, e terminaram lá fora. Eles chegaram a pedir ajuda da polícia militar, que se recusou a protegê-los", explicou Ângelo.

Filho interrompeu gravação do DVD de Ivete

Mãe de Marcelo, de 6 anos, a intérprete de "Berimbau Metalizado" se lembrou de uma travessura que o garoto fez durante a gravação do DVD "Acústico em Trancoso". "Ele ficou quietinho na primeira fileira. Na música 'Deixo', tem aquele trecho da letra 'Eu faria tudo pra não te perder'. Marcelo começou a falar que queria sushi. 'Quero sushi, mamãe'. Eu tento me controlar para não rir", recordou.

Por Guilherme Guidorizzi
Fonte: purepeople

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!