Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

'Papai do Céu me protegeu', diz delegado baleado durante operação no Alemão

goo.gl/GVPsiS | Baleado durante uma operação no Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio, na manhã desta quarta-feira, o delegado Felipe Curi, titular da Delegacia de Combate às Drogas (Dcod), falou com o EXTRA sobre o ocorrido. O policial recebeu atendimento médico no Hospital estadual Getúlio Vargas, na Penha, também na Zona Norte, e já teve alta.

- (A bala) Entrou pelo ombro e saiu pelas costas, mas já estou bem. Tive alta e estou em casa. Papai do Céu protegeu bastante - disse ele, que completou: - Não tinha como evitar, (o tiro) entrou pelo ombro.

Segundo um policial que participa da ação, dois tiros de fuzil foram disparados contra o delegado. Mas um dos disparos acertou o carregador do fuzil que o policial portava e a carteira dele.

Os tiros foram disparados quando o delegado estava com uma equipe perto de uma casa. De acordo com o agente que conversou com a equipe do EXTRA, eles bateram na residência e três policiais entraram. Felipe ficou do lado de fora e um suspeito surgiu, deu os dois tiros e depois fugiu.

Operação para cumprir mandados de prisão

A operação realizada no Alemão foi batizada de Germânia e visava a cumprir 47 mandados de prisão de suspeitos de tráfico de drogas - 15 dos suspeitos já estão presos e os agentes tentam localizar os demais. Um helicóptero e veículos blindados estão sendo usados na ação.

Participaram da ação equipes da 45ª DP (Complexo do Alemão), do Departamento Geral de Polícia da Capital (DGPC), do Departamento Geral de Polícia Especializada (DGPE), da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Alemão. Ao todo, foram 300 policiais civis e 150 PMs mobilizados.

As investigações que culminaram na ação começaram em agosto do ano passado. Uma equipe policial se infiltrou no Alemão e utilizou equipamentos de filmagem para registrar a ação dos traficantes, que acabaram sendo identificados. Entre eles estão os principais chefes da maior facção criminosa do Rio. Além do tráfico, os bandidos vêm praticando atentados contra policiais das UPPs do Alemão.

Entre os que tiveram as prisões decretadas pela Justiça estão Márcio Santos Nepomuceno, o Marcinho VP; Edson Silva de Souza, o Orelha; e Marcelo de Souza Fonseca, o Marcelo Xará. Todos estão presos.

Por Rafael Soares e Fabiano Rocha
Fonte: extra globo

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!