Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Médico acusado de apontar arma para paciente dentro de hospital é demitido

goo.gl/nuR3Cq | O médico acusado por um paciente de ter o ameaçado com uma arma dentro do Hospital e Maternidade de Itororó, no sul da Bahia, no feriado de 7 de setembro, foi demitido da unidade de saúde na quinta-feira (8). A informação foi confirmada ao G1 pelo diretor presidente da associação dos funcionários do hospital, Gleidson Pereira, nesta sexta-feira (9).

O ajudante geral Rafael Rodrigues, de 22 anos, registrou ocorrência na delegacia da cidade afirmando que Pompilio Espinheira negou atendimento à filha, que sentia dor de ouvido e estava com febre, e o ameaçou com uma arma durante uma discussão.

De acordo com Gleidson, o afastamento definitivo do médico de suas atividades na unidade de saúde foi a única opção diante da repercussão do caso.

O médico, que atuava em outras unidades de saúde de Itororó, também foi demitido da Secretaria de Saúde do município na quarta-feira. A decisão do prefeito da cidade, Marco Antônio Lacerda Brito, foi publicada em decreto oficial nesta sexta-feira.

Caso

O jovem que acusa o médico disse estar com medo do homem após a suposta agressão, que teria acontecido na noite da quarta-feira (7). Rafael estava no hospital acompanhado da mulher Elane Pires.
O G1 entrou em contato com o médico Pompilio Espinheira, que disse, por telefone, que "não tem nada a declarar sobre o assunto".

O delegado de Itororó, Frank Nogueira, disse que a família e o médico ainda serão chamados para depoimento. O caso está sob investigação.

Fonte: G1

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!