Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Professor flagrado abusando de aluna de 12 anos durante aula está foragido

goo.gl/4KFevp | O professor de matemática acusado de abusar de uma aluna de 12 anos e condenado a 9 anos e 7 meses de prisão está foragido. O caso aconteceu no ano passado em Araçatuba (SP), quando os pais da menina desconfiaram dos abusos durante as aulas particulares e colocaram uma câmera na casa.

Segundo a policia, a Justiça condenou o professor e já emitiu um mandado de prisão junto, mas o professor ainda não foi encontrado.

No ano passado ele foi preso em flagrante, mas os advogados recorreram e ele foi solto. Até a decisão judicial ele respondia ao processo em liberdade. Com a condenação deverá voltar para a cadeia. O G1 ligou várias vezes para o advogado do professor, mas ninguém atendeu.

O caso

O pai conta que só desconfiou que algo de estranho acontecia após a diretora da escola onde a filha estuda entrou em contato e alertou sobre uma mudança de comportamento da aluna.

O pai instalou uma câmera na casa e flagrou o assédio. No vídeo, o professor tenta acariciar a menina e, em seguida, pede um beijo. Logo depois, ele tenta beijar a menina a força. Quando o pai da menina questiona o professor, ele assume que beijou a estudante e tenta negociar para que o homem não chame a polícia.

Do G1 Rio Preto e Araçatuba
Fonte: G1

41 comentários :

  1. basta só CASTRA-LO que estamos resolvidos..

    ResponderExcluir
  2. Professor particular homem, para uma menina de 12 anos, aulas em casa a sós??? E se a foto acima corresponder à realidade, dá pra ver que a menina tem porte de mulher, o que deixa as coisas mais difíceis para um homem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Coitado de você. Olha a besteira que está falando. "Deixa as coisas mais difíceis para um homem"??? Para pra pensar no que disse!

      Excluir
    2. É legal debater atrás de um nome genérico não é Sr "Anônimo"??

      Cada palavra que escrevi foi pensada previamente, sendo retrato claro de minha liberdade de expressão, não cabendo a você o julgamento. Tanto que não escondo a minha identidade, pois honro o que escrevo.

      Como eu disse anteriormente, se acha que está certo uma menina de 12 anos ficar em casa a sós com um professor homem, faça isso com sua filha se é que tem ou venha a ter. Nem precisa ser um professor e maior de idade, pode ser até mesmo um vizinho menor que esteja de olho nela, deixe-os a sós em casa. Depois que o fato ocorrer, você simplesmente diga para o professor ou ao vizinho que o fato de ele estar com a menina a sós não lhe dava o direito de assediá-la. Acho que você ficará satisfeito pelo simples fato de dizer isso a ele não é mesmo? vai aliviar a dor de sua filha, caso ela tenha sofrido algo não é??!! Pessoas como você são daquelas que acreditam que temos que subir no morro controlado pelo crime, e não sermos alvejados por uma bala perdida. Se é assim mesmo, vai lá, e depois se sobreviver vem aqui e comenta. Quando ver o um tiroteio no meio da via pública, caminhe normalmente como se nada estivesse acontecendo, passe em meio aos que se digladiam, e exija o seu direito de andar tranquilamente na via sem levar um tiro. Existe um comportamento que se chama PRUDÊNCIA. Pesquise aí o significado. Abraços Sr. "Anônimo"

      Excluir
    3. Olha, eu tive aulas particulares de Matemática com um professor em uma sala que dava vista para a rua.. Ele nunca me desrespeitou ou insinuou algo que me fizesse sentir violada. Dai você coloca que: " Na foto da pra ver que a menina tem porte de mulher, o que deixa as coisas mais difíceis para um homem" É sobre isso que a maioria aqui está lhe questionando. O fato de um homem ficar a sós com uma mulher não da esse direito. Comentários iguais os seus só faz com que a cultura do "homem pode tudo" vai Se perpetuando . Na sociedade sempre vamos ter que conviver com pessoas que não podemos confiar e precisamos nos resguardar sem duvida. Mas percebo que a maioria se preocupa mais em julgar a vítima do que o agressor. Ah, mas ela estava a sós com ele. Ah, mas professor homem dando aula pra uma menina. Ah, ela tem porte de mulher o que deixa as coisas mais difíceis para um homem.
      Difícil é ter que conviver com esses questionamentos aí.

      Excluir
    4. Cristiano de Jesús, você si pode ser retardado ou um violador pederasta de merda.Idiota,desde quando ter porte de mulher é atenuante para destruir a vida de uma criança? Tive aulas de reforço com um rapaz quando adolescente e ele nunca fez nem menção de me tocar. Reza para que isso nunca aconteça com alguém da sua familia

      Excluir
    5. Qdo falamos q todo homem é um estuprador em potencial, ainda reclama.

      Cara, o fato de um homem ficar a sos com uma mulher, menina, ou o q seja,não lhe dá o direito de abusar dela.

      Sendo como vc fala, se o vagão do trem ficar vazio, e ficar só uma mulher é homens, ela deve descer antes do meu ponto neh?
      Ou do ônibus.


      Eu não posso chamar o encanador em casa?

      Vc só falou bosta. E se pensa assim, a chance de vc ser igual e imensa.

      Excluir
    6. bando de retardado, nao ese esta questionando a culpa do filha da puta abusador, e sim questionando a falta de noção do pai permitir isso. O fato dela ser bonitinha nao da direito a ninguem estuprar ela, mas o fato do cara ser condenado, morto, mandado ao inferno, vai resolver o trauma que o PAI dessa criança deveria ter antevisto? Nao tenho nenhuma intenção de desculpar esse pilantra, deveria morrer sangrando pelo cu, mas voces sao retardados de achar que se deixar carne na frente de um leao ele nao ira comer? e nao é so o homem que é um estuprador em potencial, mulher tambem é, basta ter hormonio e nao ter carater. Deixem de ser retardados

      Excluir
  3. Que machismo é esse? O fato de a menina já ter corpo não justifica a atitude dele!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é machismo Sr. "Anônimo", pode ser "feminismo" também... pois ela também poderia aliciar o professor ou se insinuar...
      Quero dizer que não é prudente deixar um professor homem sozinho em casa com uma filha de 12 anos. Se acha que isso está certo, caso tenha uma filha, ou venha a ter no futuro, contrate um professor homem e deixe-os em casa sozinhos...

      Excluir
    2. E isso mesmo...

      Excluir
    3. Na vida o plantio é opcional, porém, a colheita é obrigatória. Por isso tome cuidado com o que você planta porque o que você plantar, você vai colher.

      Excluir
  4. Voce esta dizendo que a culpa é da vitima,garota e familia??Pense no que esta falando....depois de uma folheada no código penal.Isto ai chama se estupro de vulnerável.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ulisses, onde foi que eu disse que a culpa é da vítima, garota ou família?? o culpado possivelmente é o professor que cometeu o ato. Eu disse que não se deve ter essa imprudência de deixar uma garota de 12 anos a sós com um professor homem, e essa atitude que critiquei e critico pois é o meu ponto de vista.

      Sobre a sua consulta ao código penal, parabéns, é assim que se argumenta. Mas tenho que lhe dizer que existe uma máxima no Direito que diz que é do povo que emana o Direito. Ou seja, é o povo quem determina com o passar do tempo, através dos costumes, cultura, etc o que é certo ou errado.

      E nesse sentido, já tem decisão judicial que afastou o crime de estupro de vulnerável nesses casos de meninas menores de 14 anos, considerando o porte físico da menina, bem como o consentimento da família. O que quero dizer é que está no código penal que é crime de estupro de vulnerável? sim! Mas no caso concreto, em virtude da sexualização dos menores de idade, o Direito vem se adaptando às novas realidades, e não vai demorar muito tempo para se definir outros critérios além da idade para se aferir se é crime ou não.

      Em resumo: Meu posicionamento é que não se deve ser imprudente no cuidado com os filhos (inclusive do sexo masculino), e que no caso concreto não devemos nos apegar friamente á letra da lei.

      Abraços!

      Excluir
  5. Cristiano entendo sua posição e infelizmente muitos pensam como você. Mas nada pode justificar a atitude de um estuprador, nem roupas curtas, nem ate mesmo a insinuação de uma menina, pois esta é incapaz para o Estado e pronto! Para isso serve as leis, que infelizmente são interpretadas de maneira equivocada. Tipo "ah para ela sabe o que esta fazendo". Se fosse assim, não haveria o ECA e nem o CPB.
    Espero que pense nisso que repasseba outros colegas. Estupro não deve ser aceito e NEM JUSTIFICADO em hipótese alguma.
    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Amanda,

      Primeiramente, não estou justificando a atitude do professor. Até porque eu no lugar dele nem me daria o descuido de ficar a sós com uma menina de 12 anos em casa. E não é por que talvez eu assediasse a menina, mas que também ela poderia inventar alguma história e eu ficar numa situação complicada. Como eu digo é imprudência esse tipo de situação. Imprudência de ambos os lados até.

      Sobre as suas indagações legislativas, vou economizar, leia o meu outro comentário respondendo ao Ulissescol.

      Lembre-se: primeiro vem o povo, e depois as leis, não o contrário. Não estou defendo o estupro, mas defendo um modo de pensar menos partidarista, menos apaixonado, se é que entende.

      Abraços!

      Excluir
    2. Ah, só para alimentar mais o raciocínio em questão, vou só relatar duas situações. Uma que de fato já ocorreu, e a outra é hipotética (acho rs).

      O fato real, é de uma mãe que suspeitou que um vizinho estava mantendo relações sexuais com sua filha e em sua residência durante sua ausência por motivo de trabalho. Um dia ela retornou mais cedo, e encontrou os dois em casa durante o ato. A mãe desesperada, levou os dois para a delegacia. Chegando lá, após diversas indagações, o delegado liberou todos pois a menina já tinha completado 14 anos, e mesmo que ela ainda tivesse menos que 14, o vizinho era menor de idade, e as relações eram consensuais. Pergunto pra vocês: O que essa mãe pensou das leis, da polícia, da justiça naquele dia??? Óbvio que ela não voltou nada bem para casa. Só ilustrando que a lei fria como ela é, não retrata o nosso senso de justiça.

      O fato hipotético é que, considerando a lei fria como ela é, o cidadão pode sair com a menina no último dia dos seus 13 anos de idade, mas nada fazer até dar meia-noite. Exatamente à meia noite, o cidadão comete o ato com a menina e a leva para casa. Vejam como de tão fria que é a lei, que por um lapso de algumas horas ou minutos, a moça que era incapaz de saber o que estava fazendo, por um passe de mágica passa a saber e ter consciência dos seus atos. Incrível não??!

      É isso pessoal, as leis não são perfeitas, e nem todo caso se encaixa perfeitamente no enquadramento legal. É por isso que temos o mecanismo do judiciário, para aplicar a lei de modo ponderado.

      Quando cursei minha faculdade, logo me enchi de orgulho ao saber de tantos direitos que eu tenho, vindo aquela vontade de fazer acontecer e tal, aquela coisa apaixonada... depois vemos que não é bem assim que as coisas funcionam. Há ponderações baseadas no costume, na doutrina, nas decisões anteriores, etc...

      Abraços e continuem se informando sobre o Direito que nos rege.

      Excluir
    3. Gente... O Cristiano não Est á expondo ponto de vista nenhum...vejo até revolta nas.palavras dele de deixar uma menina sozinha com um professor e a lei considerar isso relaxamento dos responsáveis. É algo q.os.pais tem de ficar atento. Uma vez o fato acontecido não quer dizer q não houve abuso. Abuso acontece por criminosos q faz acontecer e aproveitam de situações q são confortáveis pra cometer esse crime hediondo. Posso dar um exemplo de crime q não seja esse... meu filho de 13 anos foi comprar pão perto de casa e não deixou a bicicleta q estava usando no momento em casa preferindo ir de bicicleta. A padaria era na esquina de nossa rua com outra. Chegando na.padaria ele pediu um rapaz q passava pra segurar sua bicicleta pois ia comprar pães rapidinho. Chegou em casa desesperado pq o rapaz foi embora com sua bicicleta. Foi infeliz de pedir algo pra uma.pessoa desonesta.Há hábitos simples de nossas vidas q devemos mante-los com pessoas q amamos para protege-lo de bandidos. Simples assim...

      Excluir
  6. Entendi perfeitamente seu ponto de vista Cristiano e concordo plenamente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também concordo , não devemos facilitar.

      Excluir
    2. Ótimo posicionamento , Cristiano !
      Não é questão de machismo ou feminismo e sim cuidado!

      Excluir
    3. Mano, feminismo não é o contrário de machismo

      Excluir
  7. Entendi perfeitamente seu ponto de vista Cristiano e concordo plenamente.

    ResponderExcluir
  8. Como diziam os antigos, a ocasião que faz o ladrão. Nada Justifica o ato do professor. Mas ainda é melhor precaver do que esperar que justiça seja feita depois do estrago. Do jeito que a humanidade anda não tem espaço para confiar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lembram do caso Michael Jackson depois que ele faleceu hoje o garoto afirmou que aquilo tudo foi por motivações maleáveis de seus pais. Nem a boca do povo e muito menos a justiça jamais saberão da verdade. Poderia ser que o professor fosse vítima de abuso vantajoso relacionado a uma extorsão ou realmente a garota ter sido vítima. Mas Cristiano ta correto não se deve deixar sua filha com outro homem isso é fato. O nosso mundo tá difícil ...

      Excluir
  9. cara você vive em que mundo garota dessa já tá metendo mas do que você acorda isso não é machismo não é a realidade

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu camarada criança,não é brinquedo,se esse do ponto de vista de vcs,quer dizer que então fariam o mesmo com a menina.
      o vagabundo foi contratado pra dar aulas, quando deveria estar era na cadeia servindo de mulherzinha para os presos.

      Excluir
  10. Apesar de ela estar mostrando o "rabo", isso é roupa pra estudar? O coroa é safado, sem dúvidas. Ela descobrindo aos poucos o que é "pica", não comentou com os pais porque de alguma forma estava gostando. Infere-se pelo texto que isso ja vinha acontecendo.Ela aproveitou-se de suas caminhadas na safadeza pra se jogar em cima de alguém de 12 anos

    ResponderExcluir
  11. Aff....quanto machismo disfarçado de "bom senso" me deu até vontade de vomitar.....eca!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem, com relação ao posicionamento do Sr. Cristiano, concordo com suas palavras. Já o comportamento do caro anônimo é meio suspeito e até parece que vc curte esses lances de pegar meninas menores e muito patético em seus argumentos com palavras de pessoas baixas e sem o mínimo de respeito. Irresponsabilidade dos pais em confiar hoje em dia nas pessoas por mais que sejam do nosso convívio. Meu pai sempre disse que nunca deveríamos sentar no colo de um homem seja um tio ou outro parente e muito menos desconhecido. Me desculpe pelo comentário mais as vezes faz-se necessário diante de algumas aberrações que postam.

      Excluir
    2. Bem, com relação ao posicionamento do Sr. Cristiano, concordo com suas palavras. Já o comportamento do caro anônimo é meio suspeito e até parece que vc curte esses lances de pegar meninas menores e muito patético em seus argumentos com palavras de pessoas baixas e sem o mínimo de respeito. Irresponsabilidade dos pais em confiar hoje em dia nas pessoas por mais que sejam do nosso convívio. Meu pai sempre disse que nunca deveríamos sentar no colo de um homem seja um tio ou outro parente e muito menos desconhecido. Me desculpe pelo comentário mais as vezes faz-se necessário diante de algumas aberrações que postam.

      Excluir
  12. Tony Júnior6/16/2017 12:09 AM

    Cristiano, concordo com seu posicionamento e compartilho da mesma visão.
    Prudência é fator necessário, a ocasião faz o ladrão.
    Logicamente quê, não justifica a ação do professor, entretanto, visa-se a relevância da NEGLIGÊNCIA do pai.
    Em tratando-se de assédio de vulnerável, se tipifica como estupro. Porém, nada exclui o fator considerável do pai anteriormente à gravação, informar a filha de sua ação, deste modo, induzida pelo pai e/ou numa postura distinta das anteriores em outras situações, a menina foi resistente diante da câmera, ato que TALVEZ não tenha sido igual aos precedentes nos encontros antes da data registrada em vídeo.
    Assim, por impossibilidade de declarar com plena certeza que a iniciativa de sedução e/ou assédio partiu do professor, pelo princípio de in dubbio pro reo, pelas circunstâncias de situação negligente dos pais, pelo fato ser inadiável dificultando a apuração da verdade real, eu pleitiaria o depoimento do pai e da vítima, questionando o pai por negligência e a vítima a procedência dos acontecimentos prévios à gravação.
    O professor pode sim ser culpado, mas há de se verificar a verdade real do caso considerando todos os fatores citados, pois só assim, poderia o réu ter considerado julgamento justo.

    Sou estudante do 6° semestre de Direito. Me dedico muito e sou bolsista integral no curso, estou passando por dificuldades financeiras, pois moro sozinho, pago aluguel e não tenho tido sucesso na busca por um emprego ou estágio em Direito. Deixo aqui meu apelo, se alguém que ler esta publicação puder me ajudar, peço que entre em contato pelo email: junior.tonny05@gmail.com
    Agradeço muito, todo e qualquer auxílio.
    Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tony Júnior6/16/2017 12:14 AM

      Errata:ler-se-a "inaudível" (sobre o vídeo) aonde se encontra a palavra "inadiável".

      Excluir
  13. A ocasião faz o ladrão? Esse foi o comentario mais ignorante que em toda minha trajetória academica me submeti a ter que ler !
    Amigos! A ocasião Nao faz o ladrao! Ele nasce pronto a ocasião no máximo faz o furto ou roubo !
    É degradante ver que opiniões alienadas e desprovidas de conhecimento são levadas em conta, por pessoas infelizmente mais alienadas ainda!O problema da nossa suprema constituição é esse! Nao limitar a liberdade de expressão!!!!
    Só vejo a necessidade de prudencia" como diz os caros colegas dotados de saberes juridicos " kkkkk quando deixo minha filha com um estranho aí sim TALVEZ esse comentario tivesse alguma relevancia ...mas veja bem ,trata-se de um professor que teoricamente entende-se que seja uma pessoa de boa indole, o que constatou-se por obvio que nao era! Tragico foi ter que descrobrir dessa maneira..Agora me diga : uma mulher nao podera ficar sozinha com um homem por precauçao pois o mesmo não conseguira se manter e tentara abusa-la!? ABSURDO !!!! Que regressão é essa que esta sendo pautada!? O código penal somado as jurisprudencias e doutrinas deverao por obvio barrar esse retrocesso indigno que a propria sociedade entende como certo e normal!
    Por favor ! Antes de sair por ai publicando "opinioes" ignorantes e alienadas ,permaneça em silencio e me poupe, se poupe nos poupe de tamanha futilidade!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cara tu é muito retardado, quer dizer que do auto da sua sabedoria você declara que Becaria esta certo e Lombroso errado? kkkkkkkkkk puta que pariu mano, voce faz mesmo direito? onde estava nas materias propedeuticas? aposto que tentando a sorte com alguma novinha

      Excluir
  14. Pessoal, é tudo uma questão de bom senso. É só prestar bem atenção aonde pisa para não ter complicações depois. Nos Estados Unidos a coisa tá tão feia para os homens que eles são aconselhados até mesmo a não entrar em elevador em que esteja uma mulher sozinha nele. Porquê senão elas podem se autoflagelar, tirar sangue delas mesmas e depois alegarem que foram violentadas. Então, esse professor aí foi muito vacilão. Bastava ele não ter aceitado dar aulas particulares pra ela e pronto. Eu sou professor de História e já recebi vários convites pra dar aulas particulares e nunca aceitei. Porquê eu sei que depois eles querem só destruir a gente. Simples assim.

    ResponderExcluir
  15. Concordar que não devemos facilitar é uma coisa, dizer que a menina ter porte de mulher dificulta a situação do homem é outra. Concordo que os pais possam ter sido descuidados, mas isso não existe.e o absurdo erro do professor e não interessa se ela tinha 12 ou 20. Se foi contratado p dar aulas, é isso que ele tinha q fazer e não ficar assediando e no caso até violando a guria.

    ResponderExcluir
  16. Bem pessoal boa noite...
    Estou sem muito tempo pra discutir por esses dias, mas vendo alguns comentários, sinceramente, sugiro que primeiro aprendam a discutir idéias sem ter que depreciar a imagem, dignidade ou capacidade intelectual dos demais que também expressam seus pensamentos.

    Acredito que umas aulas de interpretação e compreensão de texto também são de grande valia para essa gente que tem um péssimo nível de debate. Estou vendo tantas assertivas à meu respeito, adjetivos dados sem sequer me conhecerem, movidos talvez por um sentimento de paixão, revolta, extremismo e um pouco de abuso, até mesmo pelos comentários advindos de "anônimos". Respondendo à afirmativas que não fiz, subentendendo fatos inexistentes e qualidades desprovidas de provas.

    Reitero: Eu não deixaria uma filha minha à sós com um professor em minha casa. PONTO! É a minha opinião e cada um tem a sua.

    Eu cursei Direito, e uma coisa que aprendi foi que a "Justiça" que conhecemos não consegue suprir todos os nossos anseios, logo, uma dose de prudência é necessária.

    Façam as escolhas que vocês quiserem, mas eu prefiro mil vezes evitar certas situações do que ter uma filha aliciada ou mesmo violentada, e "me sentir consolado pela justiça que vai deixar o condenado preso por alguns anos e depois ter a dívida como paga". A dignidade de uma pessoa é de valor imensurável.

    Em momento algum defendi o professor que cometeu o ato, mas quis trazer aqui uma discussão que fosse sóbria, e que os fizesse pensar em todos os ângulos da situação. Somente pessoas com capacidade perceptiva/analítica reduzida é que não conseguem olhar os diversos lados de um mesmo contexto, focando ferrenhamente em apenas um lado.

    E acrescentando um pouco mais, vejo que muitos aqui acham que somente o homem costuma aliciar uma mulher ou jovem menor de idade, mas os tempos estão mudando... Hoje tem mulheres que aliciam meninas novas, tem homens que aliciam meninos, tem meninas que aliciam homens (e até casados), etc...

    Acho que já falei aqui anteriormente, temos uma mídia sacana que cada vez mais futiliza o sexo entre qualquer tipo de pessoa, idade, gênero, estado civil, etc... O que esperam disso tudo? Pessoas contidas e recatadas na área sexual? Já visualizaram a situação de ingresso precoce na vida sexual de diversas meninas com menos de 12 anos? Pesquisem.

    Li um comentário aqui que até achei engraçado, alguém que disse que se bobear a menina já está em atividade sexual. É algo que pode ser verdade sim, conheço vários casos reais. E isso não é uma justifica para ninguém abusar dela, mas é apenas uma reflexão de que pode não haver tanta inocência em uma pessoa só por ser menor de idade. Ser menor de idade não é fator de aferição de inocência ou vulnerabilidade por si só, é preciso avaliar outras questões.

    Se o extremismo de um lado diz que é "machismo" considerar a conduta dos pais e até da menina como fatores influenciadores, o extremismo do outro lado diz que "sempre" e "somente" o homem é o responsável por qualquer coisa que aconteça. Ou seja, a mulher nunca tem culpa.

    Eu prefiro ponderar minhas avaliações e desculpem-me quem pensa diferente, respeito o posicionamento de vocês

    Se pesquisarem quanta coisa imunda está indo para os tribunais, sendo que nem tudo chega até lá.

    Nossa geração está cada vez mais se corrompendo em suas diversas áreas.

    Daí se alguns dos senhores preferem viver como se estivessem no mundo encantado, tudo bem... cada qual com suas escolhas e também suas consequências.

    Parabenizo aos que souberam se expressar sem ter que atingir a pessoa do outro, pessoas que atingem o outro, acabam por demonstrar a fraqueza dos seus argumentos e de suas convicções.

    Um grande abraço a todos.

    ResponderExcluir

Agradecemos pelo seu comentário!