Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Ives Gandra se pronuncia sobre vaquejada 'sou contra, na Espanha, eu seria expulso do país'

goo.gl/9hP2Dn | O jurista, advogado, professor e escritor brasileiro, Ives Gandra da Silva Martins, pai do ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST) Ives Gandra da Silva Martins Filho, se posicionou contra a vaquejada. Mas, indagou: O que é, entretanto, dar-lhes o sofrimento máximo, que é a morte?

Em entrevista ao site Justiça Em Foco, nesta segunda-feira (24/10), Ives Gandra disse: “Pessoalmente, sou contra. Na Espanha, eu seria expulso do país, pois as touradas, vaquejadas mais sofisticadas com a morte do touro, são esporte nacional. Matamos e alimentamo-nos de animais. É inconstitucional fazê-los sofrer. O que é, entretanto, dar-lhes o sofrimento máximo, que é a morte?”.

Tema polêmico (OAB-PB)

Na tarde de domingo(23/10), o site Justiça Em Foco, publicou nota técnica da Comissão de Defesa dos Direitos dos Animais da OAB-PB, enviada por um integrante da comissão, por e-mail, à redação.

Vale ressaltar, entretanto, que após a nota publicada aqui – o debate esquentou em grupos de WhatsApp, tão logo uma nova nota sobre o caso, desta vez, os diretores do Conselho Pleno da OAB-PB – diz: “Assunto ainda será objeto de discussão perante o Conselho Pleno e a posição da OAB-PB, em que pese a decisão do STF, pode vir a ser discordante daquela, motivo pelo qual as conclusões manifestadas na nota técnica não espelham a posição da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional da Paraíba”. Ou seja, OAB-PB não tem posição sobre fim da vaquejada.

Ayres Britto

O site Justiça Em Foco tentou ouvir o último ministro nordestino no Supremo Tribunal Federal (STF), Carlos Ayres Britto, sobre o assunto. A assessoria informou nesta segunda-feira (24/10), o seguinte: “impossibilidade atual de responder perguntas em virtude de viagens e compromissos profissionais já assumidos anteriormente”.

Fonte: Justiça em Foco

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!