Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Ministério Público Federal pede indenização pela morte de ator de Velho Chico

goo.gl/OkM7z5 | O Ministério Público Federal (MPF) de Sergipe enviou um ofício à prefeitura de Canindé do São Francisco solicitando indenização por danos coletivos, em razão da morte do ator Domingos Montagner. Ele morreu afogado após mergulhar com Camila Pitanga no Rio São Francisco.

A orla da praia em que Domingos mergulhou com Camila estava sem sinalização ou boias limitando a área segura para os banhistas. Uma reforma teria sido feita no local e os salva-vidas teriam sido demitidos.

De acordo com o UOL, a sugestão da procuradora Lívia Trancoso é que seja criado um monumento que reverencie as atividades circenses, em homenagem ao ator. Além disso, outra opção seria a criação de uma escola de circo e teatro.

O site ainda afirma que o tragédia teve omissão do poder público, visto a falta de equipamentos de segurança no local. Além disso, a área também não era autorizada pela União para o uso.

Após a conclusão das obras, o MPF enviou ofício à prefeitura para que não fosse realizada a entrega dos quiosques a particulares até que fosse realizada a regularização do terreno, segundo o UOL.

De acordo com uma nota publicada no site da prefeitura de Canindé do São Francisco, o MPF não teria qualquer responsabilidade pela ausência de placas, sinalizações e guarda-vidas que denotassem perigo na área de banho. O esclarecimento ainda afirma que o local em que aconteceu a tragédia não era apropriado para banhistas.

A nota salienta, ainda, que houve interpretações equivocadas e que a recomendação do MPF à prefeitura é que não seja realizada a entrega dos quiosques, constantes na área construída na Prainha Beira Rio.

Globo também deverá pagar indenização

Domingos Montagner, de 54 anos, teria renovado contrato com a emissora até 2020. Desta vez, o ator teria a categoria de protagonista, com salários entre R$ 70 mil e R$ 100 mil. A nota divulgada pela Globo afirma que está tomando todas as medidas possíveis para confortar a família, entre elas as de natureza legal.

Fonte: diariodosertao

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!