Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Para juiz, são necessários 10 anos para assimilar os efeitos do novo Código de Processo Civil

goo.gl/lhBAjH | Autor dos 10 volumes da coleção Curso de Direito do Trabalho Aplicado e da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) Comentada, o juiz titular da 88ª Vara do Trabalho de São Paulo e professor da USP, Homero Batista Mateus da Silva falou sobre os efeitos do novo Código de Processo Civil (CPC) na Execução Trabalhista na Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT).

Uma palestra realizada em tom intimista trouxe aos advogados, principalmente àqueles que atuam na área trabalhista, algumas das mudanças que mais chamaram a atenção do magistrado desde a entrada em vigor do novo CPC neste ano.

“Nós tivemos a oportunidade de receber a interpretação que o Poder Judiciário está dando aos novos dispositivos de lei que regulam a execução trabalhista perante a alteração no CPC”, explicou o presidente da Comissão de Direito do Trabalho da OAB-MT, Marcos Avallone.

Ele ressalta que o advogado deve estar em sintonia com aquilo que o Judiciário vai decidir e a forma como os juízes vão interpretar a norma jurídica.

“Os efeitos não são só acadêmicos, eles dependem dos processos então, portanto, só estão aparecendo agora e ainda vai demorar. Quantos anos demorou o CPC de 63 para a poeira baixar? 10 anos”, ressaltou o palestrante.

Após a palestra, realizada na última sexta-feira o magistrado autografou exemplares da edição recém-lançada da CLT Comentada.

Fonte: cenariomt

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!