Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Domingos Montagner: promotor denuncia supostos responsáveis por morte do ator

goo.gl/2hcTF0 | O promotor de Justiça de Canindé do São Francisco, Emerson Oliveira Andrade, denunciou quarta-feira (16), o então secretários de Turismo do município, José Dimas dos Santos Roque [Dimas Roque], pela morte do ator Domingo Montagner Filho, da novela “Velho Chico”, no momento exibida pela Rede Globo de Televisão.

Montagner, ao lado da atriz Camila Pitanga, morreu afogado em uma área de risco na localidade prainha Beira Rio, em Canindé, que não havia sinalização que informava a proibição para banhos. O processo encontra-se concluso ao Juízo Criminal de Canindé, aguardando despacho do juiz Paulo Roberto Fonseca Barbosa, o que deverá ocorrer nos próximos dias.

O delegado de Polícia de Canindé, Antônio Francisco de Oliveira Filho, após instaurar inquérito e realizar diligências deduziu pela ‘atipicidade de da conduta, sem responsabilizar ninguém pela morte do ator Domingos Montagner, que teve repercussão em todo o País.

Segundo fonte da Justiça, o delegado foi pela “contramão do entendimento do Ministério Público e de toda a sociedade brasileira”, ao não encontrar culpados pela morte do ator, o que fez o promotor oferecer denúncia contra o secretário de Turismo e o prefeito municipal, após estudar minuciosamente o caso.

Denúncia

Em sua denúncia, o promotor de Justiça Emerson Oliveira Andrade, faz um relato da falta de placas que informassem à população que o local em que Domingos Montagner e Camila Pitanga foram tomar banho nas águas do rio São Francisco em área que não era adequada e oferecia perigo em razão da correnteza e de redemoinhos.

O promotor diz, ao fazer a denúncia, que o “José Dimas dos Santos Roque, conhecido por Dimas Roque, tinha o dever legar de agir, vez que com seu comportamento anterior (retirada de bóias, das placas de sinalizações e demissão dos guardas vidas), criou o risco da ocorrência do resultado ao liberar a área para banho, sem atender os deveres objetivos de cuidados, sem tentar impedir a ocorrência de resultados danosos, cuja ação resultou na morte do ator Domingos Montagner”.

A morte

Domingos Montagner, o Santo de “Velho Chico”, da TV Globo, morreu nesta quinta-feira (15). Equipes de busca localizaram o corpo do ator de 54 anos, preso nas pedras, a 18 metros de profundidade e a 320 metros da margem, perto da Usina de Xingó, na Região de Canindé de São Francisco, que fica na divisa entre Sergipe e Alagoas. Domingos deixa a mulher, Luciana Lima, e três filhos.

Ele gravou cenas da novela na parte da manhã. Após o término da gravação, o ator almoçou e, em seguida, foi tomar um banho de rio.

Durante o mergulho, não voltou à superfície. Camila Pitanga, que estava no local, avisou à produção, que iniciou imediatamente a procura pelo ator.

A atriz descreveu o acidente para a polícia. Segundo ela, os dois foram até uma pedra e mergulharam no rio.

Depois, ela notou que havia muita correnteza e avisou Domingos. Eles nadaram de volta para a pedra, Camila chegou primeiro e tentou duas vezes segurar na mão do ator. Mas a correnteza o arrastou de volta para água.

Helicópteros do Grupamento Tático Aéreo, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e pescadores ajudaram nas buscas. Por volta das 20h40, o corpo de Domingos estava dentro de um barco na margem do rio –uma equipe do Instituto Médico Legal (IML) saiu de Aracaju rumo a Canindé de São Francisco.

Por Iane Gois
Fonte: itnet

1 comentários :

  1. Porque retiraram as placas impeditivas do local do acidente (beira do rio)? Não foi a pedido da Rede Globo para gravações? E se tivessem as placas? Não ocorreria a mesma tragédia? O ator era maior de idade, tinha família, não tinha que ficar nadando a toa no rio. A culpa, na minha opinião, foi exclusivamente dele, ele assumiu o risco ao "despedir" do rio, com sua colega de trabalho.

    ResponderExcluir

Agradecemos pelo seu comentário!