Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Juiz do tribunal paquistanês rejeita liberdade condicional à ‘Mona Lisa do 3º Mundo'

goo.gl/n2oGvt | Um tribunal paquistanês rejeitou, nesta quarta-feira, o pedido de liberdade condicional de Sharbat Gula, a afegã imortalizada em uma capa da revista National Geographic, detida por posse de documentos de identidade falsos.

A impressionante imagem de Sharbat, com seus grandes olhos verdes que ressaltam sob um véu vermelho, foi tirada em um acampamento de refugiados afegãos no Paquistão pelo fotógrafo americano Steve McCurry, nos anos 1980.

É uma das capas mais conhecidas da História da revista americana, e levou a então adolescente ao nível de ícone do povo afegão, quando o país estava sob a ocupação soviética.

As autoridades detiveram Gula na semana passada, acusando-a de ter conseguido documentos de identidade falsos, assim como outros milhares de refugiados afegãos no Paquistão.

O ministro do Interior, Chaudhry Nisar Ali Khan, assegurou no domingo que voltaria a estudar “este caso (...) sob um enfoque humanitário”, dando a entender que a mulher seria libertada em um breve prazo.

Mas nesta quarta-feira, um juiz de Peshawar rejeitou seu pedido de liberdade condicional, alegando que os argumentos da defesa não o convenceram.

A afegã, apelidada de "Mona Lisa do Terceiro Mundo", obteve dois documentos de identidade, informou o juiz Farah Jamshed em sua sentença ditada após dois anos de investigação.

“Em duas ocasiões, (Gula) se fez passar por uma cidadã paquistanesa, sem ter conseguido tal estatuto de forma legal”, destacou.

Sharbat solicitou uma carteira de identidade paquistanesa em Peshawar em 2014, com o nome de Sharbat Bibi, segundo autoridades.

Seu caso ilustra o desespero de vários refugiados afegãos diante da possibilidade de serem expulsos de seu país de origem, onde a violência continua fazendo estragos.

No Paquistão, viviam até pouco tempo cerca de 1,4 milhão de refugiados afegãos, segundo a Agência para os Refugiados da ONU (Acnur).

Após ter acolhido os afegãos que fugiam da guerra durante décadas desde a invasão soviética de 1979, o Paquistão acentuou a pressão sobre os refugiados do Estado vizinho nos últimos meses, provocando que centenas de milhares deles voltassem a seu país desde julho passado.

Fonte: oglobo globo

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!