Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Cliente confessa ter matado advogada, com quem mantinha um caso amoroso

goo.gl/i8Pgdb | Cliente confessa ter matado advogada, com quem mantinha um caso amoroso, Policiais da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd) prenderam um homem. Ele confessou ter matado a advogada criminalista, assassinada a facadas e encontrada no meio do mato.



O homem foi preso em um hotel no Centro de Manaus e com ele foi apreendida a faca usada no crime.

O acusado disse para a polícia que era cliente da advogada e que tinha um caso amoroso com a ela. Segundo ele, o crime foi motivados por ciúmes.

Em depoimento, o acusado afirmou que ele descobriu que ela estava traindo ele com outro homem. No dia do crime, revelou, eles estavam no Centro. Antes de matá-la, ele disse que os dois tiveram relações sexuais.

A advogada foi encontrada morta com perfurações no pescoço e os pés amarrados em um matagal no em um bairro de Manaus.

Outro suspeito teve a prisão temporária decretada. Trata-se de um homem de apelido, “Pastel”, preso do regime semi-aberto Complexo Penitenciário. “Pastel” admitiu ter um relacionamento amoroso com a vítima, que ela o bancava financeiramente, mas negou ser o autor do crime.

A morte da advogada revoltou a classe de advogados em Manaus. O caso mobiliza um número expressivo desses profissionais, que defendem porte de arma para os profissionais. Esses advogados afirmam que a profissão é perigosa e que sofrem constantes ameaças de morte.

*Matéria do dia 08/08/2016, servindo aqui apenas como curiosidade

Fonte: acritica

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!