Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

PF - a Lei É para Todos: confira os bastidores do filme sobre a Operação Lava Jato

goo.gl/5KZSe2 | O filme Polícia Federal, a Lei É para Todos terá atores famosos, muitos tiros e explosões e bastidores nunca antes revelados sobre a Lava Jato, a maior operação de combate à corrupção da história do Brasil. Dirigido por Marcelo Antunez e produzido por Tomislav Blazic, ele deve estrear em junho e integra o que pretende ser uma trilogia. Além de Ary Fontoura e Marcelo Serrado, intérpretes do ex-presidente Lula e do juiz Sergio Moro, protagonizam o longa os atores Flávia Alessandra (delegada Erika Marena), Antonio Calloni (delegado Igor de Paula) e Rainer Cadete (procurador Deltan Dallagnol). Todos os atores acompanharam o dia a dia da Lava Jato, tiveram contato com os investigadores e fizeram até um tour pela carceragem da Polícia Federal em Curitiba.

Veja o teaser do filme:



No fim deste mês, a equipe vai gravar a cena mais importante: a condução coercitiva de Lula. As filmagens vão reunir mais de vinte atores e centenas de figurantes e mostrarão desde a chegada dos policiais ao apartamento do ex-presidente até o seu depoimento no aeroporto. A VEJA teve acesso à íntegra da gravação de todo o processo, feita por câmera digital acoplada ao uniforme de um agente da PF. Lula, que abre a porta antes mesmo de os agentes baterem, estava vestido para ir à academia. Critica, às vezes com xingamentos, a operação, os delatores e o Ministério Público Federal e pergunta: “Não trouxeram o japonês de Curitiba?”. Um policial responde que não. Lula diz: “Ainda bem. Capaz de ele roubar as minhas coisas aqui em casa”.


Por Ullisses Campbell
Fonte: veja abril

3 comentários :

  1. Não perco por nada. Vai ganhar o Oscar, de melhor filme.

    ResponderExcluir
  2. Espero que seja um bom filme, traga reflexão sobre o descaso político e administrativo que vive o brasil e não faça um entendimento de "o bem versus o mal" como se Mouro fosse o super herói e Lula o super vilão. Pois se assim fosse, bastava prender o ex-presidente que o pais seria a 1ª economia do mundo, o mais civil e educado, além do mais cultural e diverso.

    ResponderExcluir
  3. A lei é para todos, menos pros tucanos.

    ResponderExcluir

Agradecemos pelo seu comentário!