Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Preso injustamente por estupro pede indenização de R$ 100 mil por danos morais

goo.gl/xvbmyU | Um homem preso injustamente por estupro em Mato Grosso do Sul entrou com uma ação por danos morais contra a mulher que fez a falsa acusação. Ele quer R$ 100 mil em indenizações. Na audiência de conciliação entre as partes, nesta quarta-feira (8), no Fórum de Dourados, não teve acordo.

Acusado pela ex-namorada de estupro, ele ficou preso 37 dias. “Tive várias ameaças de morte por outros presos. Sofri retaliação, a minha família também. Está sendo muito difícil até para arrumar serviço”, disse.

O homem foi acusado de ter cometido o estupro, em abril do ano passado, na biblioteca da Universidade da Grande Dourados (UFGD), o que causou revolta e comoção de acadêmicos e professores na época.

No entanto, o inquérito da Polícia Civil concluiu que não houve crime. Segundo a polícia, a mulher disse que na verdade teria tido relações sexuais naquele dia com um outro homem, que era casado e por isso teria decidido mentir para a família.

Como a audiência de conciliação terminou sem acordo, a defesa da universitária terá um prazo de 15 dias para apresentar uma contestação. Nesse documento, a defesa deve pedir a redução e até a anulação da indenização.

Fonte: g1 globo

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!