Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Banco do Brasil é condenado a pagar indenização por demora no atendimento

goo.gl/dcsrnQ | O Banco do Brasil deve pagar R$ 880 de indenização a uma cliente que esperou por quase uma hora na fila para ser atendida. A decisão, do 1º Juizado Cível e Criminal de Maceió, foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico desta segunda-feira (20).

De acordo com a juíza Maria Verônica Correia de Carvalho Souza Araújo, o tempo de espera foi devidamente comprovado pela cliente. “O serviço foi prestado de forma deficiente, restando defeituoso quanto ao modo e ao resultado, imputando ao consumidor a espera em fila por tempo superior ao regulamentado em lei”, avaliou.

A magistrada citou a lei municipal nº 5.516/2006, que entende como tempo razoável para atendimento até 20 minutos em dias normais e até 30 minutos em véspera ou no dia seguinte a feriados prolongados e nos dias de pagamento dos funcionários públicos, de vencimento de contas de concessionárias de serviços públicos e de recebimento de tributos.

“Não se pode tolerar e nem aceitar a longa espera em fila de banco, ainda mais em face dos modernos e avançados sistemas de informatização que dispõem os conglomerados bancários”, afirmou a juíza.

O Banco do Brasil, em contestação, limitou-se a arguir a inexistência do dano moral. Segundo a magistrada, no entanto, a instituição não apresentou nenhum documento que afastasse o direito da cliente.

“O banco demandado impôs um serviço defeituoso, prestado com lentidão e descaso, submetendo-a à espera exaustiva em fila de atendimento, contrariando o disposto na legislação municipal e no Código de Defesa do Consumidor, causando-lhe danos morais incontestes, passíveis de reparação”, concluiu.

Matéria referente ao processo nº 0000217-74.2016.8.02.0091

Fonte: Dicom/TJ

2 comentários :

  1. Agora, indenizar um cliente por um processo que se arrasta por anos na justiça pra receber um valor pra compra de medicamento, ou qualquer outro direito, ninguém condena.

    ResponderExcluir
  2. Agora, indenizar um cliente por um processo que se arrasta por anos na justiça pra receber um valor pra compra de medicamento, ou qualquer outro direito, ninguém condena.

    ResponderExcluir

Agradecemos pelo seu comentário!