Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Tragédia on-line - Jovem formada em Direito anuncia suicídio pelo Facebook

goo.gl/99gRPb | A jovem Ariadne Wojcik, formada em Direito pela UnB, cometeu suicídio minutos depois de postar uma carta no Facebook, onde denunciou que sofria abuso por parte de seu superior no escritório de advocacia onde estagiava, e anunciou que tiraria sua vida. O corpo foi encontrado ainda na manhã, no mirante da Chapada dos Guimarães, no MT.

 "Que na próxima reencarnação eu possa fazer uso de todo aprendizado que tudo isso me trouxe, mesmo com tanta dor e sofrimento. Essa vida eu já não posso mais suportar, que Deus me perdoe e me entenda, mas ele já sabia, ele sempre sabe."



De acordo com a página dela na rede social, Ariadne estagiou no CNJ, STF e STJ. Além disso, tinha conseguido um emprego no TJ/MT, em Cuiabá, e estava prestes a ser nomeada em um cargo comissionado.

Na mensagem, a jovem relatou que em um dos estágios profissionais que realizou, sofreu abuso por parte de um dos professores da UnB, proprietário do escritório de advocacia onde estagiou. "Comecei no estágio novo super empolgada, eu achava aquele professor o máximo, extremamente inteligente, detalhista, perspicaz, minucioso, brilhante. Como poderia ser ruim?"

Tempos depois, segundo Ariadne, o professor passou a persegui-la e monitorá-la. "Eu percebi que estava diante de uma mente extremamente brilhante, maquiavélica, calculista, psicopática."

No fim da carta, a jovem disse que, após esse "longo ano", estava "exausta", não tinha "mais forças" e não via mais saída.

Veja a íntegra da mensagem:



*Matéria do dia 09/11/2016, servindo aqui apenas como conteúdo informativo

Fonte: Migalhas

10 comentários :

  1. Eu sei o que você passou princesa, eu já sofri com isso, é uma pena você não ter suportado, Deus lhe perdoe pela prática do suicídio, eu orei muito e hoje sou feliz...

    ResponderExcluir
  2. Complicado, mas alguém que procura culpar a politica de congelamentos de concursos como uma das causas dessa derrota indica que as informações que esse imoral tinha acesso era postada em redes sociais, lamentável, uma jovem linda e com um futuro incrível, também tenho depressão mas estou aprendendo a conviver com ela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. depressão é uma coisa, sofrer é outra. Imbecil.

      Excluir
    2. sofrer abuso é outra*

      Excluir
    3. cale a boca, você não sabe de nada; porventura o abuso não pode levar à depressão?
      Há pessoas que vivem 40 anos vítimas de depressão, e a sociedade não vê motivos para que àquela pessoa seja daquela forma; mas para ela é pior que ter um câncer, ou qualquer outra doença. Esse meu comentário me indignou.

      Excluir
    4. Logicamente, o fato de a moça ter cometido suicídio, em nada se relaciona com o "corte" dos concursos públicos. Não ataquem o autor do comentário acima, ele apenas cometeu um deslize ao interpretar o motivo.

      Excluir
  3. Que triste. Espero que a verdade e a justiça de alguma maneira aconteça.

    ResponderExcluir
  4. Ninguém pode julgar a dor de outra pessoa. Que Deus, em sua infinita bondade, a acolha. RIP

    ResponderExcluir
  5. Se ela passa essa situação para uma pessoa inteligente também sem alardes, ela teria chances de travar esse maluco e poder brindar a derrota dele.
    Mas calada infelizmente pode ocorrer esse sentimento de falta de solução e consequentemente a falta de saidas para problemas da vida!

    ResponderExcluir
  6. Que que isso??????? Que história emugégé

    ResponderExcluir

Agradecemos pelo seu comentário!