Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Advocacia criminal na prática: por que a preparação é tão importante?

goo.gl/pWw25Q | Alguns colegas escrevem textos, ministram palestras e cursos, mas nunca é demais enfatizar que, para quem pretende atuar na advocacia criminal, a base está numa boa preparação.

O essencial para o êxito em qualquer profissão é fazer um bom projeto. Quanto mais tempo se despende na preparação deste projeto, maior será a certeza de que não precisará se alterar drasticamente no futuro da carreira.

O conhecimento material das disciplinas que acompanham a carreira do advogado criminalista deve começar ainda na graduação. Tudo que se estuda muito, tudo que se lê de uma forma geral, não será perdido.

Muito pelo contrário, no futuro quando você precisar retomar certos conceitos ou determinados assuntos, terá lembranças que apenas merecerão ser revisadas e um pouco mais aprofundadas para o caso concreto.

Os advogados criminalistas precisam falar muito, então devem investir seu tempo na preparação para desenvolver sua oratória. Os mais tímidos precisam vencer suas vergonhas e soltarem a voz. É importante, inclusive, frequentar um bom curso de oratória.

A carreira deve ser planejada passo a passo, processo por processo, ela é artesanal. Cada caso é diferente, não se deve utilizar fórmulas adotadas em processos anteriores.

Há que se ter vontade em estudar tudo de novo o tempo todo. As vitórias, por inúmeras vezes, acontecem pela percepção de um detalhe técnico. Outras vezes,  por se trazer vivências do dia a dia, e saber escolhê-las no momento certo é o maior desafio do profissional.

Não há espaço para profissionais preguiçosos. O processo criminal se desdobra muitas vezes em várias audiências, e o requisito número um dos advogados criminalistas é estar totalmente atualizados e preparados da mesma forma da primeira audiência. Caso contrário, poderão escapar alguns detalhes que não terão outra oportunidade para serem trabalhados.

O sucesso na carreira do advogado criminalista não é por acaso ou pela sorte do profissional; ela é fruto muitas vezes de vários trabalhos voluntários, onde o jovem causídico recebe como honorários muito mais a prática do que dinheiro propriamente dito. O somatório destas experiências bem sucedidas renderão novas oportunidades no futuro. Aí sim serão compensadas com um melhor retorno financeiro.

Também faz parte da preparação do advogado criminalista conhecer os locais e os personagens onde ele estará atuando. Isso só se consegue assistindo audiências e julgamentos. Visualizar pessoalmente como trabalham juízes, desembargadores, promotores, procuradores de justiça e também os advogados criminalistas da sua cidade. Sempre vai se aprender nestas solenidades.

A preparação sistemática do advogado criminalista lhe garantirá uma autoconfiança capaz de encorajá-lo para todos os futuros desafios que surgirão na carreira, esta é base para ser bem sucedido.

Por Anderson Figueira da Roza
Fonte: Canal Ciências Criminais

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!