Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Confusão e desacato: oficial de justiça e policial militar brigam e vão parar na delegacia

goo.gl/BYGtgw | Uma briga entre um oficial de justiça e um policial militar foi parar na delegacia, em Vitória, na noite deste domingo (16). A confusão aconteceu depois que a Polícia Militar orientou o oficial a buscar a ajuda do Samu, para socorrer um homem ferido na rua.

O oficial de justiça assinou um Termo Circunstanciado por desacato e foi liberado após prestar depoimento. Por isso, o nome dele e dos policiais militares envolvidos na ocorrência não serão divulgados.

Em depoimento, o oficial de justiça disse que passava de carro na região do Triângulo das Bermudas, na Praia do Canto, junto com a esposa, quando viu um homem sentado em frente a um bar, ferido e sangrando. Segundo ele, vítima de facada.

Poucos metros do local, havia um carro da PM. O oficial contou que pediu ajuda aos militares para socorrer o homem ferido e surpreendeu-se quando a orientação dos PMs foi de que ele deveria acionar o Samu.

De acordo com o oficial de justiça, um dos policiais disse a ele que a PM não atende este tipo de demanda e que a atribuição deles é apenas de patrulhamento ostensivo. O homem então questionou se esse era o procedimento correto e disse que iria entrar em contato com a Corregedoria.

Segundo o funcionário público, naquele momento o militar tomou o celular da mão dele, entregou o aparelho para a esposa do oficial e deu voz de prisão ao oficial.



DPJ de Vitória (Foto: Marcos Fernandez/ Arquivo A Gazeta)

Policiais

Já na ocorrência registrada na 1ª Delegacia Regional, em Vitória, os militares relatam que foram abordados e orientaram o oficial de justiça a procurar o Samu para ajudar socorro e que não se recusaram a atender a ocorrência.

Os policiais alegam que foram agredidos pelo oficial com tapas e um soco no peito, e por isso deram voz de prisão ao homem. Procurada, a Polícia Militar informou apenas que a Corregedoria apura o caso.

Por Mayra Bandeira, A Gazeta
Fonte: g1 globo

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!