Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Justiça limita descontos automáticos feitos pelo Banco do Brasil em contas correntes

goo.gl/JbyuA6 | O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) definiu ontem limite para descontos automáticos de contas correntes realizados pelo Banco do Brasil. Agora, a empresa deverá retirar no máximo 30% de valores referentes a salário e pensão alimentícia de correntistas.

A Ação Civil Pública foi ajuizada pelo MPMG, por meio da Promotoria de Defesa do Consumidor de Uberlândia, depois que consumidores relataram que todo o salário foi retido pelo banco para quitar parcelas de empréstimos.

De acordo com o promotor de Justiça de Defesa do Consumidor de Uberlândia, Fernando Rodrigues Martins, o desconto ilimitado dos salários dos correntistas é uma prática abusiva, que leva os consumidores ao superendividamento e compromete o mínimo existencial.

- A medida da Justiça é importante, pois veda o excesso de garantia e o exercício arbitrário pelo banco credor. Ainda preserva o patrimônio mínimo do consumidor, inibindo futuros créditos e prevenindo o superendividamento - afirmou o promotor.

Em nota, o Banco do Brasil afirmou que "apresentou recurso à decisão proferida em primeira instância e aguarda julgamento do mérito."

*Leia essa matéria na íntegra através do link abaixo:
https://oglobo.globo.com/economia/defesa-do-consumidor/justica-limita-descontos-automaticos-feitos-pelo-banco-do-brasil-em-contas-correntes-21326584

Fonte: oglobo globo

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!