Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

10 perguntas e respostas sobre o Concurso de Delegado Federal – por Bruno Zampier

bit.ly/10-federal | Você sabia que a Polícia Federal está com mais de 600 cargos vagos para Delegado? Por isso a Direção-Geral já solicitou ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão autorização para abertura de novo concurso. E como temos recebido várias dúvidas de alunos, resolvemos elaborar estas perguntas e respostas:

1 – É verdade que o Edital será publicado ainda em 2017? 

A esperança de novo edital é grande! Mas, não é possível afirmar categoricamente que o Edital será publicado ainda em 2017! O que temos até o momento é uma sinalização da Direção-Geral da PF, solicitando a abertura de novo concurso. Há que se cumprir um trâmite burocrático para que a publicação venha a ocorrer, uma vez que estão envolvidos também aspectos econômicos e políticos. Assim, há que se aguardar, mantendo uma boa intensidade de estudos.

2 – Quando foi realizado o último concurso para Delegado Federal?

O último concurso ocorreu em 2012/2013 e foi organizado pelo CESPE – UnB. Aliás, a PF nos últimos quinze anos sempre dispensou licitação para a contratação desta Banca para seus concursos. Logo, há uma tendência de que o próximo concurso também seja elaborado por esta tradicional entidade organizadora. Naquela oportunidade foram abertas 150 vagas.


3 – Quais as matérias foram exigidas no último edital?

São várias as disciplinas jurídicas exigidas na prova objetiva, tais como: Constitucional, Administrativo, Penal, Processo Penal, Criminologia, Civil, Processo Civil, Previdenciário, Financeiro e Tributário, Internacional Público, Empresarial. Já na prova discursiva e oral, foram exigidas apenas as matérias: Constitucional, Administrativo, Penal e Processo Penal.

4 – Haverá mudanças no próximo edital, tais como a cobrança de novas matérias ou a elaboração de peça prática profissional?

Há uma tendência de serem mantidas as matérias do último edital. Quanto à peça prática, ela já fora exigida dos candidatos no concurso passado. Logo, possivelmente, continuará a ser cobrada no futuro edital.


5 – Será exigida prática jurídica ou policial?

Certamente sim. A Lei 13.047/2014 estabeleceu a exigência de prática jurídica ou policial de três anos para os postulantes ao cargo de Delegado Federal, conforme disposto em seu art. 2º-B: “O ingresso no cargo de Delegado de Polícia Federal, realizado mediante concurso público de provas e títulos, com a participação da Ordem dos Advogados do Brasil, é privativo de bacharel em Direito e exige 3 (três) anos de atividade jurídica ou policial, comprovados no ato de posse.” Portanto, a comprovação deste tempo será feita no ato da posse, após a regular aprovação no Curso de Formação junto à Academia Nacional de Polícia.


6 – Quais são as fases deste concurso?

No edital de 2012/2013 os candidatos foram submetidos às seguintes provas:
a) prova objetiva; b) prova discursiva e peça-prática; c) teste de aptidão física; d) exame médico; e) exame psicotécnico; f) prova oral; g) prova de títulos. Estas provas, segundo o edital, compõem a primeira fase do concurso. A frequência ao Curso de Formação Profissional da Academia Nacional de Polícia é considerada a segunda fase do concurso, na qual o candidato deverá obter aprovação em todas as disciplinas existentes, tais como: defesa pessoal, armamento e tiro, polícia judiciária, técnica operacional, direitos humanos, educação física, gerenciamento de crises, inteligência policial, etc. A tendência é que sejam mantidas todas estas fases.

7 – O que faz um Delegado de Polícia Federal? Como é o dia a dia?

São várias as funções de um Delegado Federal, dentre as quais: instaurar e presidir procedimentos policiais de investigação; orientar e comandar a execução de investigações relacionadas com a prevenção e repressão de ilícitos penais; participar do planejamento de operações de segurança e investigações; supervisionar e executar missões de caráter sigiloso; participar da execução das medidas de segurança orgânica; bem como desempenhar outras atividades, semelhantes ou destinadas a apoiar a Polícia Federal na consecução dos seus fins. Em resumo, um Delegado Federal preside investigações às quais poderão se converter em operações policiais, além de exercer funções de chefia dentro do órgão.

8 – Sendo aprovado tanto no concurso, quanto no curso de formação da Academia Nacional de Polícia, onde o futuro Delegado Federal será lotado?

Há uma notória carência de Delegados Federais em todo o Brasil. Mas, naturalmente, os recém empossados assumem suas vagas em locais de difícil provimento, como em Delegacias do Norte e em áreas de fronteira. Após alguns anos, são realizados concursos internos de remoção, com critérios objetivos, permitindo que o Delegado possa ser transferido para outras cidades.

9 – Onde consigo o último edital?

Simples. Clique AQUI e acesse:

10 – É verdade que o Supremo foi o curso que mais aprovou candidatos no último concurso?

Sim! 65% dos aprovados eram ex-alunos do Supremo TV! E seremos o curso com o maior número de aprovações no próximo concurso; esta é a nossa meta.

Supremo, a Casa do Delegado.

Por Bruno Zampier - Delegado de Polícia Federal, Professor, Mestre em Direito e Coordenador do SupremoTV

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!