Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Merecimento: policiais desacatados por promotor de Justiça são homenageados

goo.gl/bGSZeh | O tenente coronel Jonas Puziol, segundo tenente Flávio Gonçalves da Silva e os soldados Edmilson Roberto Correa, Cleiton de Lima Braga, Ralilan de Souza Santos, Cleiton Gonçalves de Moraes, João Bazam Tomicha foram homenageados pelo governador Pedro Taques (PSDB), no Palácio Paiaguás, ontem à noite. Eles foram reconhecidos pelo profissionalismo, equilíbrio e serenidade na condução do promotor afastado do cargo, Fábio Camilo da Silva, à delegacia da Polícia Civil em Guarantã do Norte (240 quilômetros  de Sinop), no dia 1º deste mês.

O promotor precisou ser encaminhado à delegacia após reagir com violência e desacatar os policiais militares mencionados durante uma abordagem. Ele foi filmado e gerou uma grande repercussão no Estado. Fábio Camilo estaria supostamente embriagado. Em determinado momento do vídeo, ele chega a tirar o quepe do policial e jogá-lo ao chão. Ele estava dirigindo um veículo na BR-163, na saída para Matupá. Em um outro vídeo mostrava o promotor na delegacia, usando toga e descalço. Ele tomou vários copos de água, jogou alguns no chão e no balcão e depois limpou e também passou o pano na porta da delegacia e, alterado, fez uma 'oração'.

O promotor ainda é acusado de ter desentendimento com duas pessoas no hotel onde estava hospedado. Ele teria ordenado que saíssem do local. O promotor ainda teria ido até a sede da TV Imigrantes, usando toga, e quebrado a porta de vidro. Novamente, a Polícia Militar foi chamada e soldados foram ao local.

Ele foi internado no hospital de Guarantã e precisou ser sedado. Na sequência, houve um pedido do Ministério Público Estadual para que ele fosse transferido para uma unidade médica de Sinop. No entanto, ele voltou a apresentar surto de agressividade após internação no Hospital Regional de Sinop. Segundo informações do boletim de ocorrências, na sala clínica da unidade, ele teria acordado após passar o efeito do sedativo e dos remédios intramusculares e intravenais. O medicamento foi aplicado para conter o descontrole e agressividade dele. Fabio foi levado pela família para um hospital psiquiátrico de Campo Grande (MS), no último dia 6 deste mês.

Conforme Só Notícias já informou, o procurador-geral de Justiça em Mato Grosso, Mauro Curvo,  visitou, no Hospital Regional de Sinop, o promotor  e afirmou ainda que ele não deve voltar a atuar como promotor, no Estado, e poderá ser exonerado da função. “Estamos torcendo que ele melhore e fique bem, mas mesmo ficando bem não deve voltar atuar como promotor de justiça do Estado. É possível que ocorra uma exoneração. É uma das soluções para o problema. Porém, não podemos adiantar que ele será exonerado. Temos que avaliar as questões médicas e saber o que ele têm. Todo mundo tem direito de se defender".



O promotor Guilherme da Costa assumiu no lugar do promotor afastado do cargo, Fábio Camilo da Silva, na última segunda-feira. Ele estava atuando na Promotoria de Cuiabá e voluntariamente se dispôs assumir a comarca no Nortão.

Fonte: sonoticias

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!