Notícias

:: NOTÍCIAS MAIS NOTÍCIAS

Curiosidades

:: CURIOSIDADES MAIS CURIOSIDADES

Dicas

:: DICAS MAIS DICAS

Artigos

:: ARTIGOS MAIS ARTIGOS

Delegado manda soltar homem que estava com drogas e polícia ainda leva suspeito em casa (vídeo)

goo.gl/vNDuRt | O vídeo de um policial que é autorizado a libertar um jovem que foi preso em flagrante por posse de drogas e descumprimento de medida cautelar, em Maceió, viralizou, nesta terça-feira (01) nas redes sociais. Nas imagens do programa Plantão Alagoas, da Tv Ponta Verde (SBT), o Cabo Bebeto da polícia ainda demonstra indignação diante da liberação do jovem e debocha da situação levando o suspeito para casa.

O caso, que aconteceu há cerca de um mês, se trata de um reeducando identificado apenas como Carlos que foi levado até a delegacia da Central de Flagrantes no bairro do Farol para lavrar um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por posse de drogas e constatação da quebra da medida cautelar. Carlos utilizava tornozeleira eletrônica devido à decisão da Justiça.


O cabo Bebeto, que atendeu a ocorrência, diz que foi orientado pelo delegado plantonista Marcos Lins que pediu para que o preso fosse libertado após ter sido feito o exame de corpo de delito. O Centro de Operações Penitenciárias (Copen) teria entrado em contato com o cabo Bebeto para dizer que não receberia o suspeito de volta no sistema prisional.

Diante da situação, o cabo reagiu com repulsa e nas imagens do vídeo, demonstra ironia ao abraçar o suspeito que debochava da situação sorrindo e mostrando as algemas para a equipe de reportagem da TV.

“É uma beleza,meu irmão! Brasil! Eu vou levar ele em casa para a polícia ficar desmoralizada o resto do dia, eu vou levar ele em casa, porque eu sou taxista, agora, de vagabundo. Viu? Quando eu chegar na casa desse cidadão de bem, eu vou liberar ele lá junto com a família, vou tomar um refrigerante com ele. Tô de graça. Tô morto. Beleza, pai.  Fazer o quê, né? Brasil, né?”, ironiza o policial.

Quando a reportagem perguntou ao suspeito o que ele achava da situação, Carlos disse que “é muito bom pra nós porque nós ‘faz’ as coisas erradas e já é solto (...) Para mim, Brasil vai bem”. E ainda ironizou completando “ainda vai ter táxi da polícia me levando em casa”.

Na tarde de ontem, o cabo Bebeto publicou um vídeo no seu perfil do Facebook e esclareceu a situação. De acordo com ele, não houve intenção de criticar órgãos públicos ou o Poder Judiciário.




“A gente sabe a dificuldade que é prender alguém na rua, por diversos fatores. Não é fácil, ainda mais prender reincidentes, porque vão aprendendo a cometer o crime, a fugir melhor da polícia. Foi um desabafo de alguém que está há 15 anos na Polícia Militar, lidando com as dificuldades por que o cidadão passa”, desabafou.

O Cabo Bebeto comentou que achou mais prudente levar o preso para casa porque ele estava sem dinheiro e morava no Tabuleiro dos Martins, além disto, ele informou que queria resguardar a sua guarnição, caso algo acontecesse com Carlos. “Eu não ia deixar ele a pé, para que, de repente acontecesse algo com ele. A minha guarnição iria responder”, argumentou.

Para finalizar, o Cabo falou sobre a política e culpou o cidadão de escolher errado os seus representantes.

“Todas as nossas mazelas começam e terminam na política. Enquanto o brasileiro não valorizar, não tiver a consciência do quão é importante é o voto dele, a gente vai ver cenas iguais a essa e piores do que essa, no nosso dia-a-dia”, concluiu.

Por Raíssa França
Fonte: www.cadaminuto.com.br

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!