Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Filha de político em sala especial preocupa e revolta candidatos de concurso

goo.gl/4YCAky | A divulgação do ensalamento dos candidatos que participarão do concurso da Polícia Civil para o cargo de delegado gerou revolta entre alguns candidatos. O fato da filha de um ex-governador de Mato Grosso do Sul ser colocada em uma sala que não segue a ordem alfabética dos demais concorrentes chamou atenção.

Vários leitores do Jornal Midiamax entraram em contato com a reportagem estranhando a situação. Segundo a lista, a filha do político está em uma sequência de nomes que farão a prova na sala 724, no entanto, ela foi colocada na sala 803.

Em resposta ao questionamento da reportagem, a SAD (Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização), responsável pelo concurso, informou que a candidata está em uma sala especial destinada a lactantes e portadores de necessidades especiais.

Em razão de estar amamentando, a filha do político fará a prova na sala 8, localizada no térreo da Universidade Uniderp-Anhanguera.

Direito

Conforme legislação estadual, mães que estiverem amamentando no período da realização de prova para concurso têm direito de dar alimento aos filhos e, consequentemente, se ausentarem da sala acompanhadas de um fiscal.

Para que tenha o direito assegurado, as candidatas precisam solicitar o ensalamento especial no ato da inscrição para o concurso.

Concurso

De acordo com a publicação no DOE (Diário Oficial do Estado) do último dia 14, a prova terá duração de cinco horas e será realizada na Universidade Anhanguera – Uniderp (Endereço: Avenida Ceará, n. 333 Bairro: Miguel Couto) no dia 20 de agosto.

O horário de fechamento dos portões será às 14 horas (horário de MS). Para a realização da Prova Escrita Objetiva, os candidatos deverão apresentar-se no local da prova com antecedência mínima de 30 minutos do horário de fechamento dos portões, observado o horário oficial de Mato Grosso do Sul, munidos de documento de identificação com foto, caneta esferográfica de tinta azul ou preta, que não apague, fabricada em material transparente.

Ao todo, o concurso da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul recebeu 38.262 inscrições. No cargo de Agente de Polícia Judiciária, 28.502 candidatos se inscreveram, sendo 12.033 para Escrivão e 16.469 para o cargo de investigador de Polícia.

Desse total, 22.961 candidatos efetivaram o pagamento da inscrição e 5.541 tiveram a solicitação de isenção da taxa de inscrição deferida. Cerca de 1.851 candidatos se declararam negros, 215 portadores de Necessidade Especiais e 85 indígenas.

Por Aliny Mary Dias
Fonte: www.midiamax.com.br

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!