Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

10 recomendações para quem deseja iniciar na advocacia criminal - Por Anderson Figueira

goo.gl/isK6qC | Esta coluna é resultante do pedido da Direção do Canal Ciências Criminais, no sentido de que fosse preparado um conjunto de recomendações para quem deseja iniciar e se aventurar na carreira da advocacia criminal.

Então, moçada, prestem atenção que se vocês se dedicarem nestas recomendações, terão boas chances de daqui alguns anos estarem figurando junto dos demais advogados criminalistas do país.

1. Defina sua área ainda na faculdade de Direito de preferência. Estude muito, o tempo todo. Quanto mais você estudar no curso de Direito, mais “gordura” de conhecimento você estará acumulando quando uma situação prática ocorrer no futuro.

2. Tenha um bom relacionamento com seus professores da área criminal. Certamente estes professores poderão lhe ajudar no futuro, com dicas, indicações, às vezes até uma oferta de trabalho no início da carreira. Por isso, você sendo estudioso e se destacando nas disciplinas que estes professores lecionam, eles se lembrarão de você também. Além disso, todo o professor sente-se orgulhoso quando um aluno se destaca na mesma profissão que ele, e, nestes casos, vocês serão colegas. É muito bacana ver essa relação se fortalecendo no futuro.

3. Assista o máximo de audiências, julgamentos, sustentações orais que você puder. Este item é fundamental para que você conheça a atuação de diversos profissionais na sua cidade. Com isso, você terá capacidade de aprender e montar o seu estilo próprio, filtrando as coisas boas e ruins que você não precisa ter experiência para perceber se dão certo ou não. Tenha certeza que fazendo isso, estará contribuindo para diminuir a sua tensão no futuro, pois você já viu nos outros o que te espera.

4. Não tenha vergonha ou medo no início da carreira. O importante é você estar em prática nos seus primeiros processos. Como tudo é novidade para você, cada procedimento que você fizer você terá a oportunidade de colocar a teoria acumulada com a prática que você estará concluindo. Alguns erros poderão acontecer, mas você aprenderá muito mais nestes erros do que se tivesse dado certo.

5. Não espere ganhar muito dinheiro no início. Não caia na ilusão do dinheiro rápido e fácil. Sua carreira foi escolhida para o resto de sua vida. Então dê um passo por vez. Cada processo é único, e você deve fazer um somatório de casos com sucesso. As indicações surgirão desconectadas no futuro. Às vezes, um cliente lá do início da carreira te indicará para outro quando você já estiver bem solidificado. Pense nisso.

6. Seja ético com seus colegas e principalmente com os seus clientes. Mesmo que alguns deles não sejam, pouco importa, é a sua carreira que será diferenciada. Valorize sua palavra como sendo aquele que diz a verdade o tempo todo. Isto evitará que você se perca em propostas perigosas, você já sabe que a resposta será “não”, e os outros também saberão que com você não há possibilidade de negociar ilegalidades.

7. Tenha em mente que você sempre pode melhorar e fazer mais. Isto quer dizer que você não pode se acomodar nos anos seguintes porque já tem uma experiência considerável. Sempre se prepare para a realização de uma audiência. Releia seus processos, pois, além de ser longos, sua cabeça no futuro já terá acumulado detalhes de outros processos que poderão lhe trair, a ponto de você se esquecer de revisar o caso de atuação do dia. Sempre tenha os detalhes de cada processo presentes no momento do ato a ser praticado. Esta dica é valiosa para o sucesso de cada processo em que você é contratado.

8. Mantenha-se sempre motivado. É peculiar dos advogados criminalistas a simpatia, a elegância, a arte de falar, o coração aberto e apaixonado pela profissão. Esta postura faz muita diferença em como você é visto pelos colegas e pela clientela.

9. Aprenda a cobrar seus honorários. Não importa o que aconteça você deve saber ou aprender a cobrar seus clientes. Acontecerão calotes no decorrer da profissão, mas saiba que eles te filtrarão de não ser procurado mais adiante, caso contrário se o seu cliente mal pagador voltar, ele quitará seu débito, se não vier, você nem ficará pensando se este cliente iria ou não pagar o valor de um novo processo.

10. Entenda o principal, a advocacia criminal é uma profissão de resistência. Só quem tem inteligência e paciência será vencedor, pois todo o processo criminal, o advogado larga em desvantagem, já com alguma medida decretada em desfavor do seu cliente, então você tem que saber e entender que para o sucesso, é necessário virar o jogo, e isso requer força de vontade interior, motivação constante, estudo e colocar em prática o conhecimento.

Essa foram algumas recomendações que considero importantes. A advocacia criminal é uma profissão fantástica, apaixonante por si só, e recebe todos interessados da mesma forma, com as mesmas dificuldades. Então, depende de você mergulhar de cabeça neste sonho que foi seu no passado e que vai se realizar no futuro.

Por Anderson Figueira da Roza
Fonte: Canal Ciências Criminais

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!