Notícias

:: NOTÍCIAS MAIS NOTÍCIAS

Curiosidades

:: CURIOSIDADES MAIS CURIOSIDADES

Dicas

:: DICAS MAIS DICAS

Artigos

:: ARTIGOS MAIS ARTIGOS

Justiça condena mulher que chamou advogada de 'vagabunda' durante audiência

goo.gl/eDJ7a3 | A Justiça acreana condenou uma mulher a pagar R$ 3 mil por danos morais a uma advogada depois de ela ter chamado a profissional de vagabunda durante uma audiência de conciliação.

A agressão verbal, segundo o processo, ocorreu em uma audiência em que a mulher já era ré e a advogada fazia a defesa de um cliente que entrou com ação contra ela.

A decisão, tomada pela juíza Maria Rosinete Silva, relatora do caso, foi acompanhada por unanimidade pelos votos dos demais membros da 1ª Turma Recursal do Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC).

A sentença não cabe recurso, já que a decisão da 1ª Turma assegura a decisão tomada pela Vara Única da Comarca de Xapuri, responsável pela condenação. A acusada recorreu da primeira determinação, alegando falta de fundamentação e não ocorrência de dano.

Porém, a juíza refutou o argumento no segundo julgamento e considerou que “a situação geradora do dano moral, qual seja, a ofensa verbal à honra da parte autora, restou cabalmente demonstrada nos autos”.

Na decisão, a magistrada destaca que a profissional sofreu ofensa verbal durante exercício da profissão, “ato lesivo demonstrado”, e que “a situação desagradável ultrapassa a esfera dos dissabores”.

Para a magistrada, a sentença “não é nula e não viola a exigência constitucional de motivação”. Ela observou ainda a “correta a aplicação da pena de confissão, porquanto a parte ré deixou de comparecer a audiência acompanhada de advogado, haja vista que a causa possui valor superior a vinte salários mínimos”.

Fonte: g1 globo

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!