Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Ação inédita da OAB obriga PM, Bombeiros e Defesa Civil a ajudar Protetores

goo.gl/Po4H1P | “Assim, em atenção ao pedido de fls.18/19, determino que o INSS ou os funcionários a serviço da autarquia NÃO impeçam o ingresso dos socorristas Randel Cardoso da Silva, Jackson Ferreira, Christiane Batista Neri e Marco Aurelio Ferreira da Silva, pelo TEMPO NECESSÁRIO para o RESGATE de TODOS OS ANIMAIS que se encontrem no imóvel situado à Rua São Francisco Xavier, nº 324, nesta cidade."

" Cientifiquem-se a Defesa Civil, o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar, para que dêem apoio ao cumprimento da presente medida. "

" Publique-se. Intimem-se. Oficie-s "

Esta foi a decisão judicial da 7ª Vara Federal do RJ com relação à Ação Popular com Pedido de Liminar proposta pela Comissão de Proteção e Defesa dos Animais da OAB do Estado do Rio de Janeiro, representada por seu presidente, Reynaldo Velloso.

No último sábado (2), Reynaldo Velloso já tinha conquistado uma interdição da obra para facilitar os resgates. Agora ele conseguiu ampliar o direito dos animais: os resgates terão apoio da Polícia Militar, Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros e ocorrerão por prazo indeterminado em todas as dependências, inclusive no prédio que ainda está intacto.

Para Velloso, a interrupção da obra objetiva principalmente permitir aos Protetores/Resgatistas efetuar os resgates dos sobreviventes, evitar a possível demolição do prédio contíguo, o que ocasionaria mais mortes, impedir a remoção de entulhos, e que segundo Protetores presentes, poderiam ainda ter gatos machucados nas imediações, manter tudo intacto para perícia e apuração de responsabilidades e refletir o posicionamento firme desta ação em situações semelhantes.

A notícia da vitória da Ação, inédita nos tempos atuais, foi muito festejada por ativistas e protetores e teve grande repercussão nas redes sociais.

Por Fauna Comunicao
Fonte: Jus Brasil

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!