Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Juiz admite que deu sentenças mais leves em troca de nudes e favores sexuais

goo.gl/wrHHLU | Um juiz americano acusado de dar sentenças mais brandas para acusados de crimes leves em troca de nudes e favores sexuais admitiu, nesta quinta-feira, ter praticado o assédio. A má conduta do magistrado está sendo considerada por oficiais americanos um dos piores casos da história do estado de Arkansas, onde ele atuava.

Joseph Boeckmann pode enfrentar uma possível pena de 260 anos de prisão e US$ 2,5 milhões (cerca de R$ 7,75 milhões) em multas se for condenado por todas as 21 acusações, que alegam abuso de poder no tribunal por anos. Ele se declarou culpado de duas acusações em um acordo com a promotoria que exige que ele fique de dois anos e meio a três anos na prisão por fraude eletrônica e manipulação de testemunhas.

A juiza responsável pelo caso aceitou o acordo de Boeckmann com a promotoria, mas avisou que ela não é obrigada a se ater a sentença recomendada. O acordo também engloba multas numa faixa de US$ 10 mil (cerca de R$ 34 mil) a US$ 100 mil (cerca de R$ 340 mil).

Boeckmann falou pouco durante a audiência. "Sim, senhora", ele disse depois de uma série de quatro perguntas se ele entendia o acordo que estava fazendo e se concordava com os termos. Ele chegou a dizer para a juíza do caso que estava admitindo a culpa porque era culpado. Segundo a promotora, Boeckmann pode permanecer livre até que saia a sentença, porém ele deve permanecer longe da cidade de Wynne, onde ele atuava como juiz até o ano passado.

Fonte: extra.globo.com

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!