Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Principais concursos públicos previstos para 2018, o ano dos concurseiros

goo.gl/yyuWEG | A vida de quem se dedica aos estudos e preparação para concursos públicos não é fácil. Além de lidar com a motivação diária, desafios financeiros e cobranças, o concurseiro ainda se depara com cenários, nem sempre, favoráveis para quem persegue uma vaga na Administração Pública.

Mas, bons ventos sopram a favor desses verdadeiros “guerreiros” para o ano de 2018! Ao que tudo indica, diversos órgãos nacionais, estaduais e municipais planejam abertura de vagas para o próximo ano, dando uma verdadeira injeção de ânimo para quem sonha com a carreira pública. A expectativa gira em torno do quadro de defasagem pelo qual vários deles passam.

A Receita Federal, órgão vinculado ao Ministério da Fazenda, conta com déficit atual de 20.000 servidores, por exemplo. Para que você comece o ano com o pé direito por adiantar seu cronograma de estudos, preparamos uma lista com os principais concursos previstos para o ano de 2018.

RECEITA FEDERAL

Um dos órgãos mais desejados pelos concurseiros em razão dos altos salários passa por momentos delicados em seu quadro de servidores. O órgão, vinculado ao Ministério da Fazenda, conta com grave déficit funcional, aproximado a 20.000 vacâncias.

A situação é crítica, tanto que, no dia 24 de outubro, servidores da Receita Federal promoveram paralisação de suas atividades em protesto contra o adiamento do reajuste salarial, regulamentação do bônus e sobrecarga.

O concurso já foi solicitado ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) e aguarda autorização. O pedido conta com 2.083 oportunidades distribuídas entre as funções de auditor (630) e analista (1453).

Os dois cargos exigem nível superior de ensino e preveem remunerações de até R$16.201,64. Os últimos concursos realizados pela Receita datam de 2012 (para analista tributário) e 2014 (para auditor fiscal), ambos sob a organização da Esaf.

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO

Anteriormente previsto para o segundo semestre de 2017, o concurso do Ministério Público da União (Concurso MPU 2017), acabou tendo seus preparativos adiados para o ano de 2018. O órgão finalizou seu processo de remoção interna em junho de 2017, de forma a possibilitar o levantamento de vagas a serem oferecidas no próximo certame, bem como seus respectivos quantitativos.

Ao que tudo indica, o Concurso MPU 2017 ofertará vagas em cargos de níveis médio e superior com lotação em diversos estados. Os candidatos poderão concorrer às carreiras de técnico e analista, cujas remunerações iniciais variam entre R$7.591,37 e R$12.455,30. O próximo passo a tomar é a escolha da banca organizadora, bem como alguns detalhes pertinentes ao processo de seleção.

POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL (PRF)

O concurso já conta com comissão interna formada e aguarda autorização por parte do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG). Inclusive, a corporação pediu maior agilidade no processo de liberação para o certame que deverá ofertar 2.778 vagas na carreira de policial rodoviário. Para isso, se reuniram com representantes do Senado em outubro de 2017.

Atualmente, há 3.000 postos vagos na PRF, o que compromete o trabalho realizado nas rodovias federais quanto à fiscalização, por isso, a urgência da realização do certame. Para concorrer ao cargo, o candidato deverá ter concluído ensino superior em qualquer área de formação, além de ter habilitação na categoria “B” (no mínimo). A remuneração inicial prevista é de R$9.500,00.

Os últimos concursos realizados pela corporação datam de 2012 (71 vagas para a área administrativa) e 2013 (1000 oportunidades para o cargo de policial rodoviário), os dois realizados pelo Cespe/Unb.

POLÍCIA FEDERAL (PF)

Este é um dos concursos mais aguardados por parte dos concurseiros e depende de liberação de verba para ser realizado. A PF pretende disponibilizar 1.758 oportunidades que serão divididas entre as carreiras de escrivão, agente, perito e delegado. Todas as carreiras exigem conclusão de ensino superior, algumas pedindo formação específica, com a de delegado (exige formação em Direito).

Para a felicidade de quem aguarda, ansiosamente, pela realização do certame, o pedido teve movimentações importantes dentro do MPDG, sendo nove, apenas no mês de agosto. Isso dá a entender que o edital deve ser liberado em breve! Os últimos concursos realizados pela corporação datam de 2013 (564 oportunidades para a área administrativa e 150 para delegado) e 2014 (600 vagas par agente), todos organizados pelo Cespe/Unb.

COMPANHIA DO METROPOLITANO DE SÃO PAULO

O concurso para o Metrô de SP está previsto já para o início de 2018 e deve disponibilizar vagas para diversas carreiras, dentre elas, a de agente de segurança. O cargo exige conclusão de ensino médio, além de requisitos de altura – 1,65m para mulheres e 1,70m para homens e oferta remunerações iniciais a partir de R$3.738,00, cumprindo jornada de 40h semanais.

A publicação de um novo edital deve ocorrer de forma a permitir a convocação dos candidatos remanescentes do concurso realizado em 2015, cuja validade se expira em junho do próximo ano. Organizado pela Fundação Carlos Chagas (FCC), o certame avaliou os candidatos mediante a aplicação de provas objetivas e teste de aptidão física.

MINISTÉRIO DO TRABALHO (MPT)

O órgão já enviou solicitação de abertura de concurso para 2.595 oportunidades divididas entre os cargos de auditor-fiscal do trabalho (1.190), agente administrativo (1.163), arquivista (34), administrador (85), engenheiro (cinco), contador (54), sociólogo (três), estatístico (cinco), economista (12), técnico em comunicação social (dez), psicólogo (26) e técnico em assuntos educacionais (dez).

Destas oportunidades, exige ensino médio a função de agente administrativo, enquanto as demais pedem formação em nível superior conforme a carreira pretendida. O pedido foi enviado ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) e aguarda autorização. A realização de um novo certame é urgente, tendo em vista o déficit no qual se encontra o quadro de servidores do órgão. Os últimos concursos realizados pelo Ministério datam de 2013 e 2014, sob a organização do Cespe/Unb.

CÂMARA DOS DEPUTADOS (CLDF)

Outro concurso muito esperado pelos concurseiros chegou a ter edital anunciado para 2017, mas, algumas intercorrências acabaram “jogando” essa publicação para o início de 2018.

O concurso já tem a Fundação Carlos Chagas (FCC) como banca organizadora e já tinha datas de publicação de edital, inscrições e provas. No entanto, o Instituto Quadrix e a Funrio apresentaram denúncia sobre prováveis irregularidades na contratação da FCC.

Por isso, o Tribunal de Contas do DF concedeu medida cautelar para suspensão temporária do Concurso CLDF, que aguarda julgamento para definir seu prosseguimento. Assim, o concurso só deve ser realizado no início do próximo ano.

O certame deverá ofertar 86 vagas para os cargos de consultor (legislativo e técnico-legislativo), técnico, procurador, agente e inspetor de polícia. As remunerações previstas vão de R$13.578,58 a R$20.384,43. Para efeitos de informações quanto a cargos e conteúdo programático podem ser verificados pelo link: https://goo.gl/tNAX61

JUNTA COMERCIAL DE SÃO PAULO (JUCESP)

Sem realizar concursos desde 1999, a Jucesp aguarda autorização por parte do governador Geraldo Alckmin para o certame que deve disponibilizar 70 oportunidades distribuídas entre os cargos de analista (28), especialista (sete) e técnico (35). São exigidos ensinos superior (para os dois primeiros) e médio (para técnico).

O órgão tem enviado solicitações de novos concursos desde 2015, em razão dos 360 postos em aberto no quadro funcional. No entanto, não recebeu autorização governamental, porém, reduziu o quantitativo de vagas solicitado a fins de adequação financeira para aumentar as chances de autorização.

SECRETARIA DA FAZENDA DO DISTRITO FEDERAL (SEFAZ/DF)

O concurso para provimento de vagas no quadro de servidores da Sefaz Df está em pauta para o ano que vem e promete disponibilizar 100 oportunidades no cargo de auditor fiscal.

Para concorrer, o candidato deve ter concluído curso superior em qualquer área de formação. Após a aprovação, o novo servidor perceberá remunerações iniciais a partir de R$12.296,00.

Vale lembrar que o concurso para a Sefaz DF já havia sido autorizado em 2014, no entanto, não teve prosseguimento devido à crise econômica do país. Porém, o órgão passa por necessidade de pessoal, razão pela qual um novo certame é esperado.

O último certame realizado pelo órgão data de 2001, tendo a Fundação Carlos Chagas como banca organizadora. Foram disponibilizadas 200 vagas para Fiscal da Receita. Maiores informações pelo link: https://goo.gl/S7aYFp

POLÍCIA CIVIL DE MINAS GERAIS (PC-MG)

O concurso para provimento de vagas no quadro de servidores da PC-MG é previsto para o início do ano, visando à contratação de 76 novos delegados de polícia. A corporação ainda precisa definir a banca organizadora responsável pelo certame. O concurso foi anunciado no primeiro semestre de 2017 pelo governador do Estado, Fernando Pimentel.

O cargo exige curso superior em Direito e oferece iniciais de R$12.500,00, cumprindo carga horária de 40h semanais. O último concurso realizado pela PC-MG data de 2011, sob a organização da Acadepol. Os candidatos foram selecionados por meio de exames objetivos, discursivos, orais, avaliação psicológica, biomédicos, biofísicos, análise de títulos e investigação social.

Maiores informações podem ser obtidas pelo link: https://goo.gl/I5Sgq1

Fonte: editalconcursosbrasil.com.br

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!