Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Publicitário e advogada acusados de matar e esquartejar zelador vão a júri popular

goo.gl/KcgW86 | O publicitário Eduardo Martins e a advogada Ieda Cristina Martins, acusados de matar o zelador Jezi Lope de Souza, vão a júri popular. O crime ocorreu há três anos e o casal foi preso preventivamente sob a acusação de matar, esquartejar e queimar o corpo da vítima. O julgamento tem início na manhã desta segunda-feira (2) e será realizado no Fórum da Barra Funda, Zona Oeste da capital. Segundo a Justiça, ele deverá durar até cinco dias.

O crime ocorreu em 30 de maio de 2014, após o publicitário discutir com o zelador no apartamento onde ele morava com a mulher e com o filho, na Zona Norte de São Paulo. A advogada é acusada de ajudar o marido.

O corpo de Souza foi esquartejado com um serrote em 17 partes, conforme laudo do Instituto Médico Legal (IML) e levado para a casa do casal em Praia Grande. Martins foi preso em flagrante quando tentava queimar o corpo na churrasqueira. Na ocasião, o publicitário confessou o crime e disse que o zelador morreu após bater a cabeça, durante a discussão.

Ele responderá por homicídio qualificado, ocultação de cadáver, fraude processual, falsificação de documento público, porte ilegal de arma de fogo de uso permitido e de uso restrito. Já Ieda será processada por homicídio qualificado, ocultação de cadáver, fraude processual e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.

Fonte: www.atribuna.com.br

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!