Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Formado em Direito? Veja 23 excelentes carreiras que possivelmente você queira trabalhar, confira!

goo.gl/Gmzixf | Cerca de 260 mil pessoas se matriculam anualmente em cursos de Direito no Brasil, com o objetivo de se unir a um contingente de milhões de bacharéis e advogados e milhares de outros profissionais que atuam na área jurídica.

Da matrícula à definição da carreira, o caminho costuma ser longo. Para produzir conteúdo relevante e exclusivo para estudantes de Direito, concurseiros e jovens já no início da carreira que escolheram.

Como o estudo do Direito abre um leque extraordinário de oportunidades ao recém-formado, para começar, listamos as principais carreiras que um bacharel pode seguir fora do escritório de advocacia — seja no setor público ou mesmo no setor privado — e qual é a remuneração inicial de cada uma delas.

No setor público, existem diversas carreiras exclusivas para bacharéis em Direito ou para advogados. Além de oferecerem estabilidade, algumas carreiras públicas pagam salários iniciais altíssimos se comparados à realidade do funcionalismo público em geral e até mesmo à do mercado privado.

Na área privada, as possibilidades vão muito além do tradicional cargo num grande escritório jurídico. Muitas vezes vistos com reservas por integrantes das bancas tradicionais, os departamentos jurídicos de grandes empresas são uma ótima oportunidade para o jovem ganhar espaço no mercado e, quem sabe, futuramente ocupar cargos de direção numa multinacional. O terceiro setor também é uma área que tem atraído jovens estudantes e bacharéis, cada vez mais preocupados em agregar valor social ao trabalho.

A lista, claro, não esgota todas as possibilidades de um recém-formado. Sugestões de pautas são muitíssimo bem-vindas.

>>Carreiras públicas<<

Uma miríade de cargos públicos podem ser ocupados exclusivamente por bacharéis de direito, que são atraídos principalmente pela alta remuneração inicial e pela estabilidade.

Juiz

Os magistrados processam e julgam as ações judiciais resultantes do conflito entre pessoas jurídicas e/ou físicas, entre entes públicos e entre particulares e entes públicos. Para ocupar o cargo, o candidato deve ser aprovado em concurso de provas e títulos e comprovar ter, no mínimo, três anos de atividade jurídica. Há concursos para magistratura estadual, federal, trabalhista e militar.

Salário inicial: R$ 24.818,71 (TJ-SP) e R$ 27.500,17 (Tribunais Regionais Federais e Justiça Militar)

Promotor de Justiça

O Ministério Público (MP) é responsável pela defesa da ordem jurídica, dos interesses da sociedade e do regime democrático. O integrante do MP também fiscaliza a aplicação das leis e defende o patrimônio público. A atuação do promotor se dá tanto na área criminal quanto na área cível em âmbito estadual. Para ocupar o cargo, o candidato deve ser aprovado em concurso de provas e títulos e comprovar ter, no mínimo, três anos de atividade jurídica.

Salário inicial: R$ 24.818 (MP-SP)

Procurador da República

Os membros do Ministério Público Federal (MPF) também são responsáveis pela defesa da ordem jurídica, dos interesses da sociedade e do regime democrático. Os procuradores da república atuam nas áreas constitucional, cível, criminal e eleitoral — primordialmente em âmbito federal. Para ocupar o cargo, o candidato deve ser aprovado em concurso de provas e títulos e comprovar ter, no mínimo, três anos de atividade jurídica.

Salário inicial: R$ 28.947,55

Procurador de Contas

É o representante do Ministério Público junto aos Tribunais de Contas. O profissional fiscaliza o cumprimento da Constituição e das leis ordinárias, principalmente quanto à fiscalização contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial do Estado e dos municípios.

Salário inicial: R$ 30.471 (TCE-SP)

Procurador do Estado

É o advogado do Estado, que atua prestando tanto advocacia consultiva quanto representando o ente público nos tribunais. Também é responsável por escrever e analisar contratos e editais de licitação.

Salário inicial: R$ 22.178,35

Procurador do Município

É o advogado do município. Desempenha as mesmas funções do procurador do Estado, mas em relação ao município. Em geral, pode atuar na advocacia privada também mesmo sendo concursado.

R$ 28.076 (Na cidade de São Paulo)

Defensor Público

O defensor público presta assistência jurídica gratuita a quem não tem condições de pagar por uma defesa particular. Em geral, são atendidas pessoas com menos de três salários mínimos. Além disso, é dever do defensor público promover os direitos humanos e defender os direitos coletivos dos necessitados.

Salário inicial: R$ 18.431,20 (São Paulo)

Delegado de polícia

É o responsável por presidir o inquérito policial, coordenar agentes e comandar toda a parte jurídica da investigação criminal.Os delegados de polícia civil atuam em âmbito estadual enquanto os delegados da Polícia Federal coordenam investigações de natureza federal.

Salário inicial: R$ 10.079 (Polícia Civil em São Paulo) ou R$ 16.830,85 (Polícia Federal)

Procurador no Banco Central

É responsável pela representação judicial e extrajudicial do Banco Central do Brasil. Além disso, também presta consultoria e assessoria jurídica para a autarquia.

Salário inicial: R$ 17.330

Procurador Federal

Representa judicialmente e extrajudicialmente as autarquias e fundações públicas federais, como por exemplo o Instituto Nacional do Seguro Social, o IBAMA, as Agências Reguladoras e as Universidades Federais. Também presta consultoria e assessoria jurídica a estes entes públicos.

Salário inicial: R$ 17.330

Procurador da Fazenda Nacional

Faz a representação judicial e extrajudicial da União em matéria tributária, de cobrança e execução de dívida ativa da União. Também exerce as funções de consultoria e assessoria jurídicas junto ao Ministério da Fazenda.

Salário inicial: R$ 17.330

Advogado da União

É responsável pela representação judicial e extrajudicial da União (todos os Poderes) nas matérias jurídicas não abrangidas pela atuação do Procurador da Fazenda Nacional, além de exercer as funções de consultoria e assessoria jurídicas junto aos Órgãos do Poder Executivo da União.

Salário inicial: R$ 17.330

Tabelião de notas

A função é aconselhar as partes de maneira imparcial e confeccionar documentos públicos com o intuito de prevenir litígios e garantir a segurança jurídica e o respeito à legislação. Os principais atos praticados pelo notário são as escrituras públicas, os testamentos, as atas notariais, as procurações, as autenticações e o reconhecimento de firma.

Salário: Calculado com base nos lucros obtidos pelo cartório. Em 2015, um cartório de Brasília, por exemplo, faturou R$ 26 milhões ao longo do ano.

>>Iniciativa privada e carreiras não exclusivas<<

Fora dos grandes escritórios de advocacia, há inúmeras oportunidades para bacharéis de direito ou advogados. Algumas não são exclusivas para profissionais formados na área, mas os conhecimentos jurídicos adquiridos ao longo da faculdade costumam ajudar os operadores do direito a serem bem sucedidos.

Árbitro

É geralmente escolhido pelas partes que, em comum acordo, buscam a solução do conflito. O profissional, ao final das audiências, é responsável por emitir uma sentença, para a qual não cabe recurso.

Salário inicial: Varia de acordo com as arbitragens. De acordo com a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), em litígios abaixo de R$ 8 milhões, o valor é de R$ 500 por hora trabalhada. Acima disso, a renda é variável.

Pesquisador

É um profissional que atua, geralmente paralelamente a outra atividade, pesquisando temas sobre as principais áreas do Direito. É necessário que o profissional tenha doutorado ou, no mínimo, mestrado, podendo trabalhar em faculdades ou até em grandes escritórios de advocacia. O trabalho geralmente é dividido entre pesquisas de longo prazo, com duração de até três anos, ou de curto prazo, que costumam tomar um ou dois meses.

Salário inicial: R$ 8.000

Professor

É quem ministra aulas aos alunos da Faculdade de Direito ou em cursinhos preparatórios para a OAB ou para concursos públicos. Pode ser especialista em qualquer área, como penal, cível, trabalhista, tributário, administrativo e outras.

Salário inicial: R$ 6.979 (USP) ou R$ 80 horas/aula em cursinhos preparatórios

Consultor legislativo

O profissional pode trabalhar no Senado, na Câmara dos Deputados, em Assembleias Legislativas ou na Câmara de Vereadores, auxiliando os políticos na criação de projetos de lei ou de emendas constitucionais, com um olhar técnico do direito.

Salário inicial:  R$ 29.099,23 no Senado e R$ 28.570,79 na Câmara dos Deputados

Conciliador

Busca ajudar as partes a chegar a uma solução por meio de acordos, em uma tentativa de desafogar o Poder Judiciário.

Salário inicial: Em São Paulo, é de R$ 47 para cada duas horas trabalhadas.

Mediador

Ajuda as partes que já se conhecem a restabelecer um canal de comunicação. O acordo não é uma consequência necessária da mediação. Para atuar, é necessário que o profissional faça um curso de capacitação de mediadores oferecido pelos tribunais ou câmaras de mediação.

Salário inicial: Em São Paulo, é de R$ 47 cada duas horas trabalhadas

Diplomata

Deve defender, representar e negociar questões de interesse do país junto à comunidade internacional

Salário inicial: R$ 15.005,26

Advogado corporativo

O profissional presta assessoria jurídica às empresas. Elabora contratos sociais de acordo com as necessidades da empresa, e também acompanha os processos cíveis, trabalhistas e tributários.

Salário inicial: em torno de R$ 5.000

Advogado do terceiro setor

É recomendável que o profissional entenda ou queira aprender sobre administração, política, gestão, estatística e, sobretudo, estar disposto a atuar fora da caixa. No âmbito jurídico, um advogado no terceiro setor pode atuar em advocacy (lobby) e processo legislativo ou cuidar da gestão de parcerias e contratos externos. Entre as atividades extra-jurídicas destacam-se: realização de pesquisas e representação institucional. No dia-a-dia, o profissional pode ter de exercer desde as tarefas mais simples e burocráticas até a redação de uma ata ou outro documento formal.

Salário inicial: R$ 4.000

Consultor estratégico de startups

O profissional acompanha atividades de uma empresa em início de funcionamento e presta assessoria relacionada a assuntos fiscais, trabalhistas, societário, regulatório, etc. É responsável também pelo desenvolvimento de equipes estratégicas para determinada área de atuação, monitorar metas e participar da produção de novos projetos.

Salário inicial: R$ 5.700

Por Guilherme Pimenta e Kalleo Coura
Fonte: jota.info

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!