Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Trabalha em escritórios? Esteja atento a estes 30 'tormentos' na correria do dia a dia

goo.gl/PWsKuX | O espaço fechado, as várias horas sentado e a rotina são algumas das coisas que mais atormentam os funcionários.

30 coisas que deve saber sobre o trabalho nos escritórios! - Trabalhar num escritório pode ser um grande problema para algumas pessoas. O espaço fechado, as horas de trabalho consecutivas, a rotina e o cansaço psicológico são algumas das coisas que estes trabalhos exigem. Além disso, existem alguns objetos que estão repletos de bactérias e vírus que podem ser prejudicais à saúde. Estes aparelhos são compartilhados por vários colaboradores e, por isso, o contágio de algumas doenças é mais fácil. Aqui mostramos 30 coisas sobre escritórios que deve conhecer, confira!



No escritório - Apesar de trabalhar num escritório poder ser uma opção cômoda e sossegada, pode também resultar num enorme stress e cansaço psicológico devido ao facto de se estar sentado numa secretária durante várias horas e num local fechado.

Para além disso, estes edifícios são também o habitat de muitas bactérias e vírus, pelo que o contágio entre colaboradores é também uma realidade frequente.



Ar condicionado - Os escritórios muitas vezes estão equipados com ar-condicionados que podem causar frio a uns e calor a outros. É praticamente impossível encontrar a temperatura ideal que satisfaça todos os colaboradores.



Vício em cafeína - Outra coisa muito comum nas pessoas que trabalham em escritórios é o vício em cafeína. Estudos indicam que pessoas que trabalham em ambientes fechados tendem a abusar no consumo de café para se manterem despertos.



Rotina - O trabalho em escritórios pode também ser prejudicial para a saúde, devido à rotina de casa-trabalho, trabalho-casa. Segundo pesquisas da University College London, altos níveis de tédio podem ser associados ao aumento de risco de morte por doenças cardíacas ou derrame.



Barulho vs silêncio - Ambientes de trabalho barulhentos podem causar diversos problemas à saúde. Pesquisas indicam que profissionais que trabalham em lugares barulhentos estão mais sujeitos a ter doenças do coração do que aqueles que trabalham em lugares silenciosos.



Distâncias - Pesquisas indicam que quem viaja mais de 30 minutos para trabalhar tem maior ansiedade e níveis mais baixos de felicidade e satisfação. Se o destino for um ambiente fechado a motivação pode também declinar.



Horas consecutivas - Trabalhar oito horas consecutivas pode trazer problemas cardíacos, dores nas costas, no estômago ou de cabeça. Se estiver sempre sentado isso pode ainda agravar o problema. O indicado é fazer sempre algumas pausas, como sugere a Organização Mundial da Saúde (OMS).



Stress - Alguns trabalhos no escritório podem ser muito desgastantes a nível psicológico e deixar a pessoa irritada e com stress. Viver demasiado os problemas dentro e fora do escritório é cada vez mais uma realidade que afecta os trabalhadores.



Tom de voz - As pessoas tendem a atender telefonemas com um tom de voz mais 'profissional', que muitas vezes acontece devido ao facto de estarem num local com mais pessoas a 'observar'.



Ambientes fechados - Algumas pessoas têm calafrios só de pensar em trabalhar num escritório, conviver com pessoas que geralmente não tem nenhuma relação, conversar e expor a sua opinião e claro a impossibilidade de sair do escritório à hora que quiser.



Luz dos computadores - Outra coisa que pode acontecer se trabalhar num escritório é as horas excessivas em frente ao computador. A exposição pode levar ao desenvolvimento de hipersensibilidade à luz e ao glaucoma, além de poder agravar problemas de visão.



Contagio - Devido ao facto dos escritórios terem mais colaboradores, isso pode levar também ao contágio de doenças como gripes e constipações. Afinal de contas, estão todos a respirar o mesmo ar dentro de um edifício.



Microondas - As portas do microondas é outra coisa que pode estar muito suja e repleta de bactérias, uma vez que este aparelho é utilizado por vários empregados. Segundo as investigações das duas Universidades norte-americanas, Universidade do Estado de San Diego e da Universidade de Arizona, este é um dos objetos mais sujos das empresas.



Máquina da comida - Outro aparelho que foi analisado pelas Universidades, foi as máquinas de comida que são frequentemente encontradas em alguns escritórios. Este objeto contém também muitas bactérias prejudicais ao ser humano.



Bacias - Os botões das torneiras dos escritórios estão contaminados com 23% de bactérias, segundo o estudo das universidades.



Telefone - Outro dos objetos que possui muitas bactérias são os telefones que se encontram nos escritórios. Este é um dos itens que deve limpar regularmente se quer preservar a sua saúde.



Rato dos computadores - Este pequeno objeto é um dos que possui mais bactérias no seu interior. Segundo as investigações das duas Universidades norte-americanas, os ratos dos computadores analisados tinham 100 % de niveles de trisfosfato de adenosina, (ATP), uma substância encontrada em animais e plantas que contém bactérias prejudicais ao homem.



Teclado do computador - Outra cosia que está repleta de bactérias é o teclado que os trabalhadores dos escritórios utilizam diariamente. Assim como o rato, este objeto é o lar de milhões de bactérias e vírus.



Frigorífico - De igual forma, também o frigorífico é uma fonte inesgotável de bactérias e vírus que podem ser prejudiciais à saúde do ser humano.



Torneiras - Usamos as torneiras normalmente para lavar as mãos, mas aquelas que estão nas cozinhas e nas casas de banho dos escritórios podem ter sido utilizadas por milhares de mãos. Nesse sentido, este é também outro objeto que tem muitas bactérias.



Impressoras - Outra coisa que pode estar também muito suja e repleta de bactérias são as impressoras. Já pensou quantas mãos podem ter carregado no botão de imprimir?



Espaço - Existem escritórios que têm luz a entrar pela janela e isso acaba por ser benéfico para a saúde. Contudo, existem outros que são ainda mais fechados e acabam por deixar os trabalhadores sem ver a luz do dia durante várias horas.



Email do trabalho - Os trabalhadores dos escritórios têm sempre um e-mail do trabalho que acabam por utilizar durante o período de expediente. Uma das coisas que estes trabalhadores mais temem é enviar uma mensagem por engano a algum trabalhador ou até mesmo ao chefe da empresa.



Ouvir música - Uma forma de abstração e de concentração é ouvir música. Em alguns escritórios isso é possível e alguns trabalhadores optam por utilizar esta técnica. No entanto, a música pode também causar alguma distracção e dificuldade de concentração em tarefas mais difíceis.



Alimentação - Com tão pouco tempo de sobra, fica difícil dar a atenção necessária à alimentação. A realidade de alguns trabalhadores dos escritórios é essa e muitos acabam por comer à pressa ou apenas pequenas quantidades. Há quem engorde e há quem emagreça.



Comer na secretária - Em casos mais graves, existe também quem acabe por comer na secretária, levando para lá a marmita que trouxe de casa. As pausas são indicadas principalmente para quem está tantas horas seguidas sentado em frente a um computador.



Alimentos e rótulos - Uma das maiores discussões dos trabalhadores dos escritórios é a 'comida roubada'. Muitas vezes existem colaboradores que acabam por apanhar alimentos que não lhes pertencem e isso pode causar muitos problemas no ambiente da empresa.



Postura - A má postura, e a maneira como se senta em frente à secretária pode levar a problemas graves de saúde. Problemas de coluna, dores de costas e de pescoço são as principais queixas dos trabalhadores dos escritórios.



Dores de pescoço - O facto de estar a trabalhar várias horas em frente ao computador, pode trazer problemas cardíacos, dores nas costas, no estômago ou de cabeça, além de dores horríveis no pescoço.



Fumar - O facto de trabalharem em espaços fechados, leva a que muitos trabalhadores consumam mais cigarros do que o habitual. O stress e a rotina também leva a que as pausas sejam mais frequentes.

Fonte: www.noticiasaominuto.com

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!