Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Privacidade: a Google monitoriza a localização dos utilizadores mesmo sem permissão

goo.gl/GcERYo | Com o advento dos smartphones todos concordamos tacitamente abdicar de boa parte da nossa privacidade, não é novidade para ninguém. As funcionalidades cada vez mais focadas na monitorização do utilizador pensadas para supostamente lhe facilitar a vida permitiram às tecnológicas saltar algumas barreiras à obtenção de informação sobre os comportamentos dos utilizadores.

O iPhone que sabe onde foi tirada cada foto, o histórico de actividade assustador do Google ou o que o Facebook sabe sobre nós são algumas das pistas para esta realidade caracterizada pela recolha de informação massiva e muito pouco transparente.

Se os casos noticiados podem ser motivo de alarme, as maiores preocupações devem mesmo recair sobre aqueles que ainda não fazem manchetes. Um exemplo disso foi relevado por uma grande reportagem do Quartz.

Segundo apurou em investigação a equipa de jornalistas, os telemóveis da Android têm, silenciosamente, colectado informações sobre a sua localização, mesmo que esta opção esteja desactivada, mesmo que não tenhamos apps, mesmo que não tenhamos posto o cartão SIM.

O envio dessa informação para os servidores da Google chamou à atenção da equipa do QZ que contactou a empresa que se apressou a negar a utilização ou armazenamento daquela informação. A mesma fonte da assegurou ainda que vão ser tomadas medidas para acabar com a transferência destes dados.

O objectivo da empresa norte-americana passava por “melhorar a velocidade de entrega de mensagens.”

Se a indicação da localização da antena mais próxima não permite uma grande objectividade dos dados, o cruzamento de três antenas – chamada triangulação – é um conhecido e utilizado método para a determinar um local com moderada precisão.

Embora a Google reafirme a inocência da sua prática, especialistas ouvidos pela mesma publicação não recuam nos avisos e preocupações sobre este tipo de práticas pouco transparentes. Nos termos e condições da tecnológica há menção à recolha de dados mas não ao facto dessa recolha continuar mesmo quando a funcionalidade foi voluntariamente desligada.

Fonte: shifter.pt

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!