Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Mais de 80% dos que prestam o Exame de Ordem são reprovados: Faça Trilha da Aprovação!

bit.ly/trilha-aprovacao | Se todos têm acesso a aulas, textos, vídeos e áudios, por que o índice de reprovação no Exame de Ordem é tão alto? Artigo de Adhemar Fontes, Dirley da Cunha Júnior, Francisco Fontenele e Salomão Viana.

A INTERROGAÇÃO

Mais de 80% dos que se submetem ao Exame de Ordem são reprovados.

Um índice tão elevado tem gerado graves consequências para a vida de milhares de bacharéis e graduandos em Direito. Muitos se desmotivam e há, até, os que chegam a desistir.

Esse cenário preocupante contrasta com o fato de que a tecnologia, atualmente, propicia o mais amplo acesso, por meio da internet, a aulas, textos, vídeos e áudios.

Diante disso, uma pergunta se impõe: se há tão fácil acesso às mais diversas informações, por que os índices de reprovação no Exame de Ordem continuam tão elevados?

A RESPOSTA

A explicação é uma só: o modelo de estudo que vem sendo utilizado se esgotou!

Assim, urge a adoção de novos conceitos facilitadores do aprendizado, com o uso de metodologia avançada, por meio de estratégias inteligentes e com a estipulação de metas bem definidas.

Tudo isso voltado para a preparação para o Exame da OAB.

A SOLUÇÃO

Atento à necessidade de identificação do caminho adequado para uma carreira coroada de sucesso, o Brasil Jurídico, lançando mão de tecnologia avançada e exclusiva, propõe a TRILHA DA APROVAÇÃO PARA 1ª FASE DO EXAME DA OAB.

Trata-se de mais uma iniciativa vitoriosa dessa instituição cuja marca é a fidelidade ao compromisso ético de oferecer, sempre, conteúdos de excelência, por meio de métodos arrojados e de recursos inovadores, contando sempre, com a participação de professores que aliam o conhecimento científico, acadêmico e profissional à arte de ensinar, de se fazer compreender, colaborando para construção e autonomia do conhecimento, na preparação das pessoas para progressão e o sucesso profissional e, também, de uma equipe de colaboradores competentes e comprometidos.

O aluno/examinando que percorre a TRILHA, tem, ao seu acesso, um robusto conjunto formado por conteúdo reconhecidamente de excelência, por inovadores conceitos voltados para a facilitação do aprendizado, por metodologia de última geração, por estratégias inteligentemente traçadas e por metas definidas de um modo tal que o planejamento do examinando seja exequível e vocacionado para o sucesso.

Tudo isso acompanhado de informações detalhadas e personalizadas, que permitem ao examinando, por meio da análise de gráficos e de relatórios fartamente emitidos, ter amplo conhecimento a respeito do seu desempenho pessoal.

Com isso, torna-se possível direcionar adequadamente os estudos para os temas que efetivamente interessam e para as áreas em que houver mais necessidade de obtenção de reforço do conhecimento.

AS ETAPAS DA TRILHA

Tudo começa com o Análise 360º, ferramenta com informações preciosas a respeito do histórico de todas as provas aplicadas pela FGV no Exame da OAB.

Tal histórico é acompanhado de um detalhado mapeamento que aponta a ordem de relevância das disciplinas e, dentro das disciplinas, os temas e os subtemas que mais frequentemente são exigidos nas provas.

Por meio do Análise 360º, o examinando otimiza os seus estudos. Essa é a primeira etapa da TRILHA.

Na etapa seguinte, o examinando é submetido a um Simulado, através  Simulador SAAP – Sistema de Aprendizagem de Alta Performance, ferramenta inédita e exclusiva do Brasil Jurídico.

No Simulador SAAP, o examinando participa de uma simulação da prova, com 80 questões inéditas e adaptadas, todas no padrão 100% FGV.  Cada uma das questões é acompanhada de comentários em vídeos e/ou áudios, o que permite ao examinando saber a razão do seu acerto ou do seu equívoco.

Feita a simulação da prova, o Simulador SAAP gera, automaticamente, relatórios e gráficos que demonstram ao examinando, de modo personalizado, os seus pontos fortes e os pontos ainda merecedores de mais estudos.

A partir daí, a TRILHA é composta por uma sequência de atividades avaliativas, referentes a cada disciplina.

Nessa etapa, o sistema fornece, passo a passo, relatórios detalhados sobre a performance do examinando e aponta, constantemente – e sempre de forma personalizada –, os seus pontos fortes e aqueles quanto aos quais é preciso um reforço dos estudos.

De acordo com o conteúdo dos relatórios detalhados, o sistema direciona o examinando para assistir a vídeo aulas de reforço.  Essa é a etapa dos Temas Essenciais.

Encerrada a etapa relativa às aulas de reforço, o examinando é submetido a uma nova bateria de questões – novo Simulador SAAP –, seguida de mais uma avaliação do seu desempenho.

O objetivo, primordial, é muito claro: o examinando, posto na TRILHA, perseguirá, incessantemente, o atingimento da meta proposta para a sua aprovação.


MAIS FERRAMENTAS DA TRILHA

Ao lado do Análise 360º, dos Simuladores SAAP e dos Temas Essenciais, o examinando conta com o apoio de um banco contendo toda a legislação atualizada (um vade mecum virtual), acessível por meio de links e organizada por disciplina, além de material de apoio, de suporte de apoio e – o que é mais importante – da força do Brasil Jurídico para impulsioná-lo em direção ao sucesso.

O OBJETIVO

Por meio desse conjunto inovador, o objetivo do Brasil Jurídico, com a TRILHA, é possibilitar que o examinando alcance o desempenho mínimo de 70% de acertos.

Ao atingir esse percentual, o examinando fatalmente chegará no dia da prova com a tranquilidade e a segurança de que sua aprovação é perfeitamente possível e de que o êxito está diante dele.

Siga a TRILHA. Conquiste a sua aprovação!
A sua meta é a mesma do Brasil Jurídico: o seu êxito!


 Acesse e conheça a Trilha da Aprovação 


Adhemar Fontes

Diretor de Operações do Brasil Jurídico, graduado em Engenharia da Computação pela UNIFACS, Pós-Graduação em Computação WEB pela UNIFACS, Pós-Graduação em Project Management pela FGV, Diretor de Tecnologia da IPQ Sistemas.

Dirley da Cunha Júnior 

Coordenador Acadêmico do Brasil Jurídico, Juiz Federal da Seção Judiciária da Bahia. Pós- Doutor em Direito Constitucional pela Universidade de Lisboa/Portugal. Doutor em Direito Constitucional pela PUC-SP. Mestre em Direito Econômico pela UFBA. Pós-Graduado em Direito pela Universidade Lusíada (Porto/Portugal) e pela Fundação Faculdade de Direito da Bahia. Ex-Procurador da República (1995-1999). Ex-Promotor de Justiça do Estado da Bahia (1992-1995). Professor Adjunto IV de Direito Constitucional dos Cursos de Graduação, Mestrado e Doutorado em Direito da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Professor Adjunto IV de Direito Constitucional dos Cursos de Graduação, Mestrado e Doutorado da Universidade Católica do Salvador (UCSAL). Professor do Brasil Jurídico Cursos online. Professor-Visitante do Mestrado da Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Professor-Conferencista de Direito Constitucional da Escola Judicial do Estado de Sergipe (Ejuse), da Escola da Magistratura do Estado da Bahia (EMAB), da Fundação Escola Superior do Ministério Público da Bahia (FESMIP), da Escola Judicial do TRT da 5ª Região (Bahia) e TRT da 19ª Região (Alagoas). Professor-Coordenador do Curso de Pós-Graduação em Direito Público da Faculdade Baiana de Direito. Professor e Coordenador do Núcleo de Direito do Estado da Faculdade Baiana de Direito. Membro da Associação Brasileira de Constitucionalistas Democratas (ABCD). Membro do Instituto Brasileiro de Direito Constitucional (IBDC). Presidente fundador do Instituto de Direito Constitucional da Bahia (IDCB). Membro da Academia de Letras Jurídicas da Bahia . Autor de diversos Artigos publicados em obras coletivas e revistas especializadas e dos Livros: “Curso de Direito Constitucional” (Editora JusPodivm);  “Controle Judicial das Omissões do Poder Público” (Editora Saraiva); “Controle de Constitucionalidade” (Editora Juspodivm); “Curso de Direito Administrativo” (Editora JusPodivm); “Constituição Federal para Concursos (CF)”, em coautoria com Marcelo Novelino (Editora JusPodivm). “Direito Constitucional – Coleção OAB. v.1” (Editora JusPodivm). “Direito Penal-parte geral” (Editora JusPodivm); “EC 45/2004: Comentários à Reforma do Poder Judiciário”, em coautoria com Carlos Rátis (Editora JusPodivm).

Francisco Fontenele 

Diretor Executivo do Brasil Jurídico, especialista em concursos públicos e exame da OAB, ex-diretor pedagógico do Rede LFG, fundador do curso e da editora JusPODIVM, fundador do Curso para Concursos, autor do artigo “O perfil do bom concurseiro”, publicado no site www.jus.com.br , coautor da obra Concursos Públicos: direitos fundamentais dos candidatos, editora GEN.

Salomão Viana

Coordenador Acadêmico do Brasil Jurídico, graduado em Medicina pela Universidade Federal da Bahia e em Direito pela Universidade Católica do Salvador. Especialista em Direito Processual Civil pela Fundação Faculdade de Direito da Universidade Federal da Bahia. Exerceu a advocacia e ocupou o cargo de Juiz de Direito do Estado da Bahia. É Juiz Federal, atuando na Seção Judiciária da Bahia desde 1994. Ocupou o cargo de Juiz do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. É professor de Direito Processual Civil da Faculdade de Direito da Universidade Federal da Bahia; do Brasil Jurídico - Ensino de Alta Performance; e da Escola de Magistrados da Bahia. É autor e co-autor de diversos capítulos de livros e de artigos no campo do Direito Processual Civil, conferencista e palestrante.

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!