Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

3 passos para uma argumentação inteligente! - (Excelente Artigo) de Mario Porto

goo.gl/Av84AJ | Argumentar não é expor opinião, é entender a opinião do outro e fazer com que ele entenda a sua.

Seu time é um lixo, não tem mundial
Olha o seu, só tem bandido, timo de mulambo.
Pelo menos o MEU......
(briga)

Eu vou comprar um carro amarelo
Amarelo? Ta doido? Cor horrível, por que amarelo?
(Desrespeito)



As brigas em discussões ocorrem por um único motivo primordial:

“Sua opinião está sempre a frente do motivo pelo qual você tem essa opinião e da própria opinião da outra pessoa” 

O que a PNL (programação neolinguística) chama de fala espelhada é parte do que trato aqui. O nosso cérebro reage muito rápido procurando em nosso banco de dados qual a nossa opinião já formulada, somente depois ele vai analisar a opinião e lembrar o motivo pelo qual e sob o que foi formulada. Dessa mesma forma, nossa voz expõe essa opinião.

NORMAL:
Cérebro: DISCORDO....... pois isso, isso e aquilo...
Voz: DISCORDO....... pois isso, isso e aquilo...

FALA ESPELHADA:
Cérebro: DISCORDO....... pois isso, isso e aquilo...
Voz: isso, isso e aquilo...por isso DISCORDO

A fala espelhada nada mais é que inverter a ordem na hora de falar, ao invés de opinião e motivo, será motivo e depois a opinião.



Ao fazer isso, você não insere uma discordância direta em seu interlocutor, pois ele prestará a atenção em tudo que você disser até que a sua opinião seja dita. Assim, você terá uma maior chance de fazer com que ele entenda e respeite sua opinião, da mesma forma que você respeitou a dele ao deixar sua opinião contrária para o final de sua fala, evitando um confronto direto.

Somado a essa técnica, use palavras de compreensão para iniciar a sua fala, palavras que podem até fazer com que ele acredite que você concordará, mas que no final, toda sua opinião já terá uma lógica, e não mais uma situação de confronto.

Do jeito novo, como você pode levar a sua conversa:

Pessoa1: Eu sou de esquerda

Pessoa2: Entendo, realmente a esquerda fez bastante coisa pelo país não é? Faz tempo que eu ando acompanhando a política, principalmente no âmbito nacional e não olhando para mim somente, para os meus ideais e minhas necessidades, e acredite, frente a tudo que vi, li, pesquisei e vivenciei, eu prefiro me posicionar como alguém de direita.

Sendo assim... podemos dizer que os 3 passos para obter conversas, discussões e argumentações inteligentes, são:

1 – Evite o confronto não criticando a opinião do outro.
2 – Use palavras de concordância mesmo que não fique claro com o que concorda.
3 – Primeiro elabore o motivo da sua opinião, depois exponha-a, caso ela seja bem-vinda.

O mundo, definitivamente, será muito melhor quando todos entenderem que opinião não é algo lógico e sim um conjunto de informações adquiridas por meio de anos de experiências únicas, somadas à cultura, criação, escola, dificuldades ou oportunidades na vida, influência de amigos, família, ídolos, entre muitas outras coisas. Quando se entende isso, você começará a entender que para alguém gerar uma opinião sobre qualquer informação, nova ou antiga, essa pessoa assimilará e absorverá essas informações de acordo com quem essa pessoa é, e não somente e isoladamente de acordo com a informação em si.



Portanto, por mais óbvio e simples que pareça para você, o banco de dados da outra pessoa é completamente diferente e merece respeito, pois na verdade, a nossa opinião é como um quadro abstrato, único, onde as diferentes cores de tinta são as nossas experiências de vida.


Por Mario Porto
Fonte: emporiododireito

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!