Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Comportamento na profissão: 9 sinais que os colegas de trabalho o acham irritante

goo.gl/NNcZmX | Nem todos querem ser a pessoa mais adorada da empresa, mas ninguém quer que toda a equipa fuja de si. Por isso, a revista Forbes elaborou uma lista de nove sinais relativos a comportamentos ingênuos que, sem se aperceber, podem ajudar a que não seja bem visto pelo resto da equipa.

Conheça-os na galeria que apresentamos abaixo



Muitas das boas ideias têm uma coisa em comum: Desafiam as regras pré-estabelecidas. Se é daquelas pessoas que apenas se rege pelos livros e tenta fazer com que os seus colegas façam o mesmo, está a condicionar-lhes a liberdade de pensamento e a criatividade. E ninguém gosta de se sentir limitado.



Ninguém gosta de estar perto de um pessimista, perito em prever desastres para cada ideia sugerida. Estas pessoas são normalmente aquelas que acabam por ser deixadas de parte porque a única coisa que fazem é antever a chegada do Diabo e criar um clima de negativismo entre os membros da equipa.



No mundo empresarial, o dogma diz que 'tempo é dinheiro'. Portanto, as reuniões só devem ser feitas caso a informação a transmitir valha a pena o tempo que interrompe a produtividade. Se é daquelas pessoas que sugere uma reunião por qualquer motivo, saiba que isso não é nada bem visto pelas pessoas que solicita.



A crítica só é vista quando é feita de forma construtiva. Ou seja, se gosta de criticar sem oferecer alternativas ou simplesmente pelo gosto de dizer mal, não se espante que a sua opinião nunca seja solicitada.



É verdade que o facto de serem colegas de trabalho não torna necessária a existência de uma relação de amizade. No entanto, não tem nada a perder em querer conhecer os seus colegas um pouco melhor. Quem sabe isso não facilite a passagem das horas no emprego. Se evita todo e qualquer contacto fora da empresa, o resultado acabará por ser um isolamento cada vez maior da equipa.



As pessoas mais inseguras ou submissas tendem a acenar constantemente com a cabeça durante qualquer conversa com alguém da empresa. Aos olhos da pessoa com quem fala, isso é visto como falta de pensamento crítico e total alheamento ao teor da conversa. Pode pensar que está a facilitar o trabalho dessa pessoa, mas se o resultado for mau, lembre-se que também será culpabilizado pelo falhanço.



Por mais sucesso que o seu percurso evidencie, lembre-se que o erro é um ato transversal a toda a humanidade. Por isso, não tome como certo que as suas ideias ou visões de como executar as coisas serão sempre as mais corretas. Seja humilde e mostre abertura para colaborar com os seus colegas. Por alguma razão não é o único a trabalhar na empresa.



Independentemente daquilo que vem descrito no seu currículo, lembre-se que estará sempre em pé de igualdade para com as pessoas com quem partilha o escritório, mesmo que estas não tenham um percurso tão exemplar como o seu. Se está constantemente a falar daquilo que fez no passado, só vai fazer com que os seus colegas desejassem que não tivessem de lidar consigo no presente.



O facto de pensar apenas em si e nos seus objetivos fazem com que acabe alienado do resto da equipa. Esforce-se para mudar os maus hábitos e torne-se mais produtivo e útil para a empresa.

Fonte: www.dinheirovivo.pt

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!