Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Sede e fome: crianças são encontradas trancadas dentro de casa em condições desumanas

goo.gl/zaih4Q | A Polícia Militar resgatou duas crianças de 6 e 9 anos e três adolescentes de 11 a 14 anos, que viviam trancados em um cômodo em condições desumanas, no Bairro Pedregal, em Cuiabá, na última quinta-feira (07/12). Os vizinhos encontraram bilhetes das vítimas pedindo socorro fizeram denúncia na Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica). Eles enrolavam os papeis em pedras e jogavam na rua.



Conforme informações dos agentes, os cinco estavam em um espaço bastante sujo e com muita umidade, inclusive o colchão em que dormiam estava molhado. Além disso, passavam fome e sede, assim como não tinham acesso a outros cômodos da casa. Relataram ainda que diversas vezes os garotos eram alimentados com comida azeda.

Depois de serem libertados, eles ficaram sob responsabilidade do Conselho Tutelar da cidade.

Os militares informarem que ao chegarem na residência o casal Hélio Roberto dos Santos, de 38 anos, e Natália Pereira de Paula, de 32 anos, faziam um churrasco, no entanto, as vítimas não participavam pois estavam trancadas. Eles foram presos em flagrante pelo crime de lesão corporal dolosa por violência doméstica (tortura e maus tratos) e passaram por audiência de custódia realizada na sexta-feira (08/12).

Liberação

Durante a audiência, o juiz Mário Kono de Oliveira deu alvará de soltura para a mulher. Segundo ele, seria “desnecessário” deixá-la presa já que o afastamento dos pais poderia agravar ainda mais a situação. Além disso, por ela ser a única fonte de renda da família, deveria ser solta para que possa pagar pensão aos filhos.



O homem, no entanto, continua preso já que é foragido de Goiás pelo crime de estupro de vulnerável
De acordo com o promotor de Justiça Sérgio Silva Costa, o casal negou as acusações e informou que as crianças e adolescentes ficavam no quarto separado por “livre e espontânea vontade”. O casal disse ainda que a denúncia teria sido “implicância dos vizinhos”.

Por Jessica Reis
Fonte: www.dm.com.br

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!