Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Desembargador acusado de propinas e violência doméstica é afastado (vídeo)

goo.gl/15F5PP | O desembargador Eduardo Gallo de Mattos (foto direita) foi afastado pelo Tribunal de Justiça de Santa Catarina. Ele foi acusado durante sessão da Corte, pelo advogado Felisberto Odilon, de cobrar propinas de R$ 700 mil em troca de uma decisão judicial. Contra ele, também recaem denúncias de mulheres sobre agressões no trânsito e violência doméstica.

O afastamento foi confirmado pelo Tribunal de Justiça de Santa Catarina, que não se pronunciou sobre o mérito da decisão.

Vamos aguardar o procedimento. votação. vamos aguardar a divulgação da portaria.



Acusado de cobrar R$ 700 mil em troca de uma decisão judicial, o desembargador da 1.ª Câmara Civil de Santa Catarina Eduardo Gallo de Mattos é investigado por violência contra a ex-mulher, Liliane Mello, e foi alvo de boletim de ocorrência de tentar agredir uma outra mulher, em uma briga de trânsito em Florianópolis.

Um dos casos foi arquivado pelo Conselho Nacional de Justiça e o outro continua sob investigação do colegiado, que também já abriu processo para apurar o suposto pedido de propinas denunciado na última quinta-feira, 3, pelo advogado Felisberto Odilon Córdova.

O vice-procurador-geral da República, José Bonifácio Borges Andrada, pediu ao Conselho Nacional de Justiça duas apurações de infração disciplinar contra o desembargador do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, Eduardo Gallo, por duas acusações de violência contra mulheres.

COM A PALAVRA, GALLO


O advogado do desembargador, Nilton Machado, afirmou que vai aguardar a publicação da decisão para se manifestar.

Por Luiz Vassallo
Fonte: Estadão

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!