Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

'Não a estupraram? Que pena', diz vereador após Maria do Rosário ser assaltada

goo.gl/KCzYFc | O vereador por Taquari (RS) Clóvis Bavaresco (PP) usou suas redes sociais para fazer comentários violentos contra a deputada federal Maria do Rosário (PT-RS), vítima de assalto, na noite dessa quarta-feira (27), em Porto Alegre.

“Não a estupraram com violência? Não mataram nenhum parente dela? Que pena! Ela deveria sofrer na carne!”, escreveu o político.

A petista, ex-ministra da Secretaria de Direitos Humanos no governo Dilma Rousseff, teve seu carro levado por ladrões quando chegava em casa, na companhia do marido, Eliezer Pacheco. Eles não ficaram feridos, segundo informações da Brigada Militar.

A assessoria de imprensa de Rosário divulgou nota à imprensa sobre o caso. “Além do carro, foram levados pertences pessoais. O boletim de ocorrência já foi realizado. Brigada Militar e Polícia Civil foram acionados e prestaram pronto atendimento".

Já Bavaresco (PP), em outro comentário na rede, ainda chamou a deputada de vagabunda. "Não quiseram estuprá-la? Vagabunda!!!".

As declarações do vereador fazem referência ao episódio envolvendo o deputado federal Jair Bolsonaro e a petista. Em 2014, na tribuna, ele disse que só não estupraria a parlamentar porque ela “não merece”.

Em junho último, a Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) aceitou a denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR), e queixa-crime da deputada, por incitação ao crime de estupro e injúria. Bolsonaro virou réu.

Esta não é a primeira vez que o vereador Clóvis Bavaresco se envolve em polêmica nas redes sociais. Em janeiro, quando da morte da ex-primeira-dama Marisa Letícia, mulher do ex-presidente Lula, o progressista escreveu: “Ladra, larápia, esposa (corna) de larápio, mãe de larápios, vá para o inferno!!!”.

Fonte: www.noticiasaominuto.com.br

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!