Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Filha de promotor e estudante de direito são presas após furto em livraria

goo.gl/MySxMB | Duas mulheres foram presas em flagrante acusadas de terem furtado objetos de uma livraria localizada em um shopping no bairro de Manaíra, em João Pessoa, alegando ter praticado a ação porque os produtos estavam muito caros.

O caso aconteceu na noite dessa segunda-feira (18) e, segundo a Polícia Civil, uma das mulheres presas tem 27 anos e é filha de um promotor e de uma procuradora federal aposentados. Já a outra possui 25 anos e é estudante de Direito.

Ainda conforme a PC, as suspeitas furtaram dois lápis grafite, uma agenda, um porta-anéis e um abridor de garrafas, que somados custam R$ 150.

O furto foi identificado pelos seguranças da livraria, que abordaram as mulheres no momento em que elas estavam saindo do estabelecimento e as conduziram para a gerência.

As suspeitas confessaram o furto afirmando que o praticaram porque o valor cobrado pelos objetos era muito alto, apesar de terem condições financeiras de pagar por eles.

O gerente da livraria não aceitou o pagamento pelos produtos e as mulheres foram encaminhadas para a Central de Polícia de João Pessoa.

Elas foram autuadas por furto qualificado, crime inafiançável pelo qualificante, uma vez que houve o entendimento de que a filha do promotor combinou com a amiga, estudante de Direito, o roubo na livraria e executou o delito.

Até o início da manhã desta terça-feira (19) as duas mulheres continuavam presas na carceragem da Central de Polícia Civil da capital.

*Com informações da TV Paraíba

Fonte: paraibaonline.com.br

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!