Jornalista que ofendeu Chico Buarque no Instagram terá que pagar indenização de R$100 mil

Nenhum comentário
goo.gl/rb3Rh3 | Chamar Chico Buarque e seus familiares de 'ladrões' no Instagram vai custar caro para o jornalista e antiquário paulista João Pedrosa. Nessa terça-feira (30/1), o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro publicou a decisão em 2ª instância que aumenta o valor da indenização de R$ 25 mil para R$ 100 mil, que deverão ser pagos a Chico, sua ex-mulher Marieta Severo e suas filhas Silvia, Helena e Luisa. Ele também foi condenado a pagar pela publicação da decisão em jornais de grande circulação.



Foto alvo da ofensa foi postada em 2015 (foto: Instagram / Reprodução)

A ofensa ocorreu em dezembro de 2015, quando Silvia Buarque postou uma foto antiga em seu perfil no Instagram, dela ainda criança, com o pai e uma irmã. João Pedrosa comentou: “Família de canalhas!!! Que orgulho de ser ladrão!!!". Semanas depois, a família decidiu entrar na Justiça contra ele. Naquela altura, Chico vinha sendo alvo nas redes sociais também de ataques, muitos deles caluniosos, por ter apoiado a reeleição da ex-presidente Dilma Rousseff.

Ainda no ano passado, a Justiça aceitou a alegação da acusação de que a ofensa extrapolava qualquer discussão política e feria a honra de Chico Buarque e sua família. "A conduta do réu, desta sorte, sem qualquer conteúdo informativo, mas com único teor de maledicência infundada, é reprovável e, de forma inconteste, acarreta abalo emocional grave a quem quer que seja", escreveu a juíza Simone Gastesi Chevrand em sua decisão, que condenava o réu a uma indenização de R$ 25 mil.

A família Buarque recorreu da decisão, pedindo um aumento do valor, que foi concedido nesta terça, em segunda instância.

Quando soube que seria processado, ainda em 2016, o jornalista e colecionador de antiguidades publicou uma carta, se desculpando, mas o arrependimento não mudou o quadro diante da Justiça. Veja o que ele publicou na época:

“Carta a Chico Buarque e família, Estou escrevendo essa carta para me desculpar, se isso for possível. Eu errei e me excedi ao insultar a sua família. Infelizmente a política brasileira nos colocou em campos opostos, assim como acontece com toda a nação.

Quero crer que nós queremos a mesma coisa para os brasileiros por vias opostas, uma vida digna e próspera. A sua via é o socialismo, e a minha, o capitalismo. Desde a eleição da presidente, o Brasil entrou numa espiral negativa de ódio de classes, racial e política, que mergulhou o Brasil num caminho de decadência econômica, moral e social inegáveis, que eu acredito tragicamente irreversíveis, foi isso que motivou o meu ódio, e o meu comentário errado e infeliz.

O meu insulto foi motivado por sua associação ao PT e ao MST, são eles que eu considero ameaça à nossa dignidade e nossa democracia. Fui motivado pelas mulheres que estão dando à luz nas calçadas, aos velhos sem atendimento nos chãos dos hospitais, e principalmente, aos milhões de pais de famílias impedidos de darem pão e dignidade às suas famílias e vidas, enquanto os políticos patrocinam copas e olimpíadas, e o enriquecimento, e poder pessoal deles.

Espero que acredite que o meu arrependimento é sincero, e eu afirmo que é, mas também são extremos a minha revolta e indignação com o nosso momento atual, foi isso que motivou o meu erro.

Sem mais, sinceramente,”

João Pedrosa

Mais polêmicas, mais processos

Chico Buarque e sua família foram alvo de diversas ofensas, críticas e ataques desde a última eleição presidencial, em 2014. Em seu último show em Belo Horizonte, em dezembro do ano passado, ele revelou ser xingado diariamente no Leblon, bairro onde mora no Rio de Janeiro. Na última semana, circulou nas rede sociais um texto, de autoria falsamente atribuída a Marieta Severo, criticando o ex-presidente Lula, condenado em 2ª instância na Operação Lava-jato na última quarta-feira. Após a repercussão da publicação, Silvia Buarque declarou via Instagram que a família irá tomar providências cabíveis contra o autor do texto.

Fonte: www.uai.com.br

Nenhum comentário

Postar um comentário

Agradecemos pelo seu comentário!