Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Vereador quer que presidiários cortem mato e ajudem a manter limpeza da cidade

goo.gl/p6nbeb | O vereador Bruno Pessuti sugeriu ao poder executivo a ideia de um convênio entre a prefeitura de Curitiba e o Governo do Paraná para que os presidiários com bom comportamento possam fazer alguns trabalhos simples de manutenção na cidade. A pena alternativa poderia representar uma boa economia para os cofres do município e ajudar na ressocialização dos presos.

Na legislatura passada o vereador Pier Petruziello, líder do prefeito Rafael Greca, já havia tentado emplacar um projeto semelhante, mas a questão esbarrou em questões jurídicas. “Conversei com o Pier, me informei sobre o assunto e sugeri à prefeitura tomar essa iniciativa. O executivo pode propor projetos e mudanças que atendam às sugestões dos vereadores”, explicou o vereador.

Uma lei que tornasse real a proposta não é da alçada de um vereador. Por isso Pessuti tenta “comer pelas beiradas” para tentar emplacar sua ideia. “As vezes o poder do vereador é limitado, mas temos a competência e a abertura para sugerir ideias como essas. Já conversei com o pessoal da Setran, por exemplo, e eles gostaram da iniciativa”, disse, ao se referir a um dos serviços que os presos teriam.

Pela ideia de Pessuti a principal ação dos presos que participassem da iniciativa era a limpeza de placas de trânsito. “Vemos em todas as esquinas placas sujas e mofadas, e não há verba para este tipo de serviço. Poderíamos ter uma mão de obra barata e que ajudaria também no processo de ressocialização dos presos”, contou.

Outro serviço dos presos seria o corte de grama em canteiros e mato em estradas que cortam a cidade de Curitiba. “A cidade ganharia muito com isso e também seria bom para os presos, que poderiam reduzir suas penas. Agora basta vontade política”, concluiu Pessuti.

Fonte: www.tribunapr.com.br

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!