Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Jovem que 'fumou dinheiro' no ES passa em concurso para delegada no Pará

goo.gl/7eTgjV | Depois de ficar conhecida por ser flagrada dirigindo embriagada e tentando fumar uma nota de R$50 durante a abordagem policial, em 2012, no Espírito Santo, a advogada Luiza Gomes, de 24 anos, foi aprovada em um concurso para delegada da Polícia Civil no Pará. O resultado foi divulgado no Diário Oficial do Estado do Pará desta terça-feira (27).

Nesta terça-feira (27), o G1 procurou Luiza, mas as ligações não foram atendidas e as mensagens não foram respondidas. A advogada também foi procurada pelo Gazeta Online. Ela atendeu ao telefone, mas não quis dar entrevista. Veja o nome de Luiza Gomes no DO do Pará:



Luiza Gomes no DO do Pará (Foto: Reprodução/ DO-PA)

Episódio da "eficácia"


A jovem foi multada na manhã do dia 17 de agosto de 2012, após ser flagrada pela polícia sem carteira de habilitação e visivelmente embriagada. Na ocasião, Luiza disse ser conhecedora das leis e que sempre encontrava brechas para casos como o dela. "Essa questão de beber e dirigir, qual a eficácia da lei? Não existe eficácia. A partir do momento que a gente vê que tem alguma brecha, a gente se aproveita daquilo. Nós, estudantes de direito, tentamos nos aproveitar disso", disse, à época.

Durante quatro meses, Luiza prestou serviço à comunidade, no Hospital da Polícia Militar, em Vitória. Após o término do processo judicial, em 2014, ela foi considerada apta a tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). A mãe de Luiza, que emprestou o veículo à jovem, teve que pagar R$ 400 em cestas básicas para a Associação Feminina de Combate ao Câncer (Afecc), durante 30 dias.

Início da virada


Em 2015, durante um evento de MMA, onde foi cage girl, Luiza comentou o caso. "Claro que uma pessoa ou outra lembra, e isso eu vou ter que enfrentar por muito tempo, talvez até para o resto da minha vida, mas o que importa é a gente aprender com os nossos erros e seguir em frente, não pode, por conta de um episódio que aconteceu, ficar naquilo pra sempre", disse a jovem que fazia fisiculturismo nesta época.

"É uma coisa que eu quero deixar para trás, foi um momento muito difícil", disse Luiza, em 2015, ao G1.



Luiza disputou campeonato de fisiculturismo (Foto: Richard Pinheiro/GloboEsporte.com)

Fonte: g1 globo

2 comentários :

  1. Anônimo1/3/18 13:31

    QUER DIZER QUE A PENA DELA JA FOI CUMPRIDA, SENDO ASSIM, ELA PODE PRESTA O CONCURSO!

    ResponderExcluir
  2. Seis anos depois vcs ficam exaltando um acontecimento que nao interessa mais. Deixem ela seguir em frente e em paz. Respeito é uma palavra a ser praticada.

    ResponderExcluir

Agradecemos pelo seu comentário!