Justiça condena a 17 anos de prisão homem que decepou as mãos de mulher no RS

Nenhum comentário
goo.gl/bXKjvu | A Justiça do Rio Grande do Sul condenou nesta terça-feira (27) Elton Jones Luz de Freitas a 17 anos e quatro meses por tentar matar e decepar as mãos companheira Gisele Santos. Ele está preso e não poderá apelar da decisão em liberdade.

Gisele Santos
Em agosto de 2015, Freitas usou um facão para decepar as mãos e ferir a cabeça, barriga, pernas e pés de Gisele na casa onde moravam em São Leopoldo (região metropolitana de Porto Alegre).

O ataque ocorreu quando Gisele tentou romper o relacionamento de sete anos. Ele trancou a vítima no quarto, pegou um facão que estava guardado em cima do guarda-roupa e começou desferir vários golpes, de acordo com o processo.

A jovem colocou os braços e mãos para proteger a cabeça, mas o agressor continuou. "Morra, sua desgraçada", dizia Freitas.

Gisele chegou a se fingir de morta para tentar escapar dos golpes de facão. Após o crime, o réu disse à jovem que ia dar um beijo na mãe porque seria preso e que ela estava morta.

"Eu achei que ia morrer. Quando ele saiu, eu gritei. Queria me despedir da minha mãe", falou Gisele. À época, ela foi socorrida por uma vizinha porque quando Freitas deixou a casa falou para ajudarem a jovem.

A vítima disse que tentou romper o relacionamento inúmeras vezes, mas o companheiro se dizia arrependido das agressões e ela acabava o perdoando.

Por Folhapress
Fonte: www.correiodoestado.com.br

Nenhum comentário

Postar um comentário

Agradecemos pelo seu comentário!