Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Novas regras no Trabalho temporário com a Reforma Trabalhista - Por Edmille Santos

goo.gl/31voZt | Diante da entrada em vigor da reforma trabalhista é de suma importância saber como vai funcionar o trabalho temporário.

Pelas novas regras:

1. Altera-se o conceito de empresa tomadora de serviço temporário e do trabalhador temporário;

2. Responsabilidade à empresa contratante sobre as condições de segurança, higiene e salubridade dos trabalhadores, quando o trabalho for realizado em suas dependências ou em local por ela designado;

3. Estende-se os mesmos direitos ao atendimento médico, ambulatorial e de refeição existentes nas dependências da empresa ou no local por ela designado;

4. O prazo do contrato de trabalho temporário passa a ser de 180 dias, consecutivos ou não;

5. O contrato pode ser prorrogado por até 90 dias, consecutivos ou não, além do prazo de 180 dias estabelecidos, quando comprovada a manutenção das condições que o ensejaram;

6. O trabalhador temporário que cumprir o período estipulado de 180 dias de trabalho mais a prorrogação somente poderá ser colocado à disposição da mesma tomadora de serviços em novo contrato temporário, após 90 dias do término do contrato anterior, caso contrário será caracterizado vínculo de emprego com a tomadora;

7. Não se aplica o contrato de experiência ao trabalhador temporário contratado pela empresa tomadora de serviços;

8. Qualquer que seja o ramo da empresa tomadora de serviços, não existe vínculo de emprego entre ela e os trabalhadores contratados pelas empresas de trabalho temporário;

9. A empresa tomadora é responsável SUBSIDIARIAMENTE pelos débitos trabalhistas dos trabalhadores temporários, ou seja, terá que paga-los caso a empresa de prestação de serviços não o faça.

Essas são algumas das mudanças no contrato de trabalho temporário e que irão impactar diretamente a prática no âmbito laboral.

Por Edmille Santos
Fonte: Jus Brasil

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!