Ministro Toffoli pede providências sobre episódio em voo com Lewandowski

4 comentários
goo.gl/5LsxBV | O ministro Dias Toffoli, presidente do STF, encaminhou ofício à procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, e ao ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, pedindo que sejam adotadas providências quanto aos fatos ocorridos em voo com o ministro Ricardo Lewandowski.

“Solicito que sejam adotadas as providências cabíveis quanto aos fatos narrados pela Secretaria de Segurança desta Corte (em anexo) e consistentes em ofensas dirigidas ao Supremo Tribunal Federal, ocorridos, na data de ontem (04/12/2018), com o Senhor Ministro Ricardo Lewandowski, emvoo comercial que partiu de São Paulo com destino à Brasília.”

Nesta semana, o ministro Lewandowski passou por um agastamento em voo de São Paulo para Brasília. Um passageiro provocou o ministro bradando críticas ao Supremo. Após o pouso, o jovem foi levado à superintendência da PF para prestar esclarecimentos.

Veja a íntegra dos ofícios.

Fonte: Migalhas

4 comentários

  1. Qual providencia que o ministro Dias Toffoli deseja, pois o cidadão que criticou o STF exerceu sua liberdade de expressão que é garantida pela nossa constituição.

    Constituição Federal de 1988

    Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
    IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;

    ResponderExcluir
  2. Só está pedindo providências com medo q ocorra a mesma coisa com ele.
    O cara falou o q milhares de brasileiros queriam falar.

    ResponderExcluir
  3. "Nós temos uma suprema corte totalmente acovardada" Lula, criminoso cumprindo pena atualmente. Isso para eles é liberdade de expressão, agora um advogado se expressar é totalmente inaceitável para esses juízes.

    ResponderExcluir
  4. Yvan Miranda6/12/18 17:20

    Espero que a OAB tenha coragem e independência, para também pedir providências contra o abuso de autoridade cometido pelo Ministro Lewandowisk, em desfavor do advogado que exerceu sua liberdade de expressão sem ofensas. Veremos!

    ResponderExcluir

Agradecemos pelo seu comentário!